SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Achada Grande Trás: Moradores do Casa para Todos pedem vedação do condomínio para maior segurança 29 Agosto 2016

A falta de segurança, frequentes assaltos e briga entre grupos rivais são alguns problemas enfrentados pelos moradores do complexo Casa para Todos em Achada Grande Trás, na cidade da Praia. Esses dizem que frequentemente sofrem com a invasão de grupos de “Thugs” e pedem, por isso, a vedação do condomínio e maior policiamento na zona. Caso não for resolvido o problema, esses moradores ameaçam realizar uma manifestação.

Achada Grande Trás: Moradores do Casa para Todos pedem vedação do condomínio para maior segurança

Os moradores do bairro de Achada Grande Trás dizem-se preocupados com a falta de segurança na zona. Os assaltos contra pessoas e residências têm-se tornado frequentes e a violência cada vez maior. “O nosso bairro está violento. Somos roubados até mesmo saindo de casa”, desabafou um morador que preferiu o anonimato.

Os residentes dizem que já relataram o problema à Imobiliária Fundiária e Habitat (IFH), mas a resposta tem sido negativa. Por exemplo, a moradora Eunice Silva disse que o complexo Casa para Todos em Achada Grande Trás fica num dos bairros mais problemáticos da ilha, por isso reuniram várias vezes com a IFH no sentido de garantir maior segurança do complexo, mas não houve qualquer feedback.

“Temos invasão de “thugs”, disparos de armas de fogo com muita frequência, guerra com garrafas e pedras, tirando o nosso sossego mesmo dentro das nossas casas”, desabafa outra moradora preocupada com a situação.

Um caso de insegurança aconteceu no último sábado, em que cerca de 70 indivíduos munidos de pedras, garrafas e arma de fogo, invadiram o local, causado pânico aos residentes.
Para ter uma maior segurança, António Correia defende que deveria ter policiamento com maior frequência. Entretanto, os residentes acreditam que a solução para ter tranquilidade no bairro passa também pela vedação do complexo, que é uma responsabilidade do IFH.

Falta de condições

Neusa Andrade, porta-voz da recém-criada Associação dos moradores do Complexo Habitacional de Achada Grande Trás, acrescentou ao asemanaonline que para além dos problemas já citados, os residentes sofrem com a degradação das habitações.

Apesar de lá estarem há apenas dois anos, os moradores consideram que as residências não dispõem de condições.“A água das casas de banho infiltra-se em outras residências. Há portas e janelas que soltaram das paredes devido à fraca qualidade do material utilizado. Também vivemos afrontados com o cheiro nauseabundo, sem falar dos mosquitos, isto devido a um problema com uma fossa que nunca foi resolvida”.

A qualidade dos pisos, tectos das casas, fraca iluminação, falta de condições do espaço de lazer para as crianças, são outras das reivindicações dos moradores. A porta-voz disse que já agendaram uma nova reunião com o responsável da IFH nos próximos dias. Caso não houver uma resposta positiva, vão realizar uma manifestação. “ Vamos manifestar na rua, junto ao Palácio do Governo e à porta da imobiliária. Vamos fazer uma reunião geral para que ninguém pague o aluguer enquanto não resolverem os nossos problemas”, disse a porta voz aquele bloco habitacional.

CL

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau