INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

“Agente económico” da Coreia do Norte detido em flagrante na Austrália 19 Dezembro 2017

O indivíduo de 59 anos, residente em Sydney há 30 anos como sul-coreano, foi detido sob a acusação de vender no mercado negro “armas de destruição maciça”, como peças de mísseis, e carvão norte-coreano também proibido sob o embargo económico. O dinheiro da venda destinava-se ao regime de Pyongyang, segundo comunicado da polícia australiana, este sábado 16, em Sydney.

“Agente económico” da Coreia do Norte detido em flagrante na Austrália

“É a primeira vez que isso acontece em solo australiano”, revelou um comissário da polícia federal da Austrália (AFP), em conferência de imprensa neste sábado, 16.

O cidadão Chan Han Choi, naturalizado australiano, é acusado de transacionar, entre outros, componentes de mísseis no mercado negro internacional. O dinheiro da venda seria enviado ao regime norte-coreano. O país, alvo de sanções das Nações Unidas, está proibido de exportar tecnologia nuclear.

As mensagens encriptadas eram dirigidas a “entidades internacionais” com quem Choi discutia sobre serviços a prestar pela República da Coreia do Norte. Iam desde a instalação duma linha de produção de mísseis e de um programa informático para balística teleguiada até à consultoria especializada. A identidade dos clientes envolvidos não foi divulgada. A polícia australiana fez questão de esclarecer que “não há governo ou responsáveis governamentais” entre os “potenciais clientes”.

A venda de carvão proveniente da Coreia do Norte envolve clientes “não-governamentais” na Indonésia e Vietname, afirmam as autoridades australianas, referindo que Choi estava “há meses sob investigação após um alerta dado por uma agência estrangeira”.

A atividade de Choi envolveria “dezenas de milhões de dólares” que seriam depois enviados para o governo norte-coreano, afirmam as autoridades australianas. Como agente económico, Choi tinha acesso direto aos mais altos responsáveis do regime da Coreia do Norte.

O país está quase isolado devido a sanções internacionais decorrentes do seu programa nuclear. A Austrália, como aliada dos Estados Unidos, é um dos países alvo de ameaças de vir a ser atingido por mísseis norte-coreanos.

Fonte: Le Monde, Australian Times, Reuters.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau