NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Associação “Nôs ku Nhôs” disponível para financiar construção de posto sanitário ou sala de primeiros socorros em Chã 22 Novembro 2017

A Associação austríaca-cabo-verdiana “Nôs ku Nhôs” está disponível para financiar a construção de um posto sanitário ou um espaço para primeiros socorros em Chã das Caldeiras, na ilha do Fogo.

O biólogo e ecologista Klaus Zimmermann, presidente da associação encontra-se, juntamente com a esposa e membro da associação, na ilha, para analisar com as autoridades ligadas ao sector da saúde e com a edilidade de Santa Catarina a possibilidade da construção de uma estrutura sanitária em Chã das Caldeiras, tendo em conta a proibição de construção naquela localidade considerada de risco elevado.

Três anos depois de as lavas terem consumido o posto sanitário de Chã das Caldeiras remodelado em 2011 pela associação e que funcionou durante três anos, esta instituição pretende investir na construção de uma nova estrutura que poderá ser um posto sanitário ou uma sala para a prestação e primeiros socorros, para servir as pessoas que trabalham na agricultura e noutros ramos de actividade e para atender os turistas em caso de acidente.

Klaus Zimmermann disse que dado ao sistema de transporte não é necessário investir numa estrutura pesada com camas, mas para prestação de socorros às pessoas que vivem e visitam Chã das Caldeiras e que precisam de tratamento mais leve.

“A nossa preferência é para o sector de saúde, por ser o mais importante”, disse o responsável da associação “Nôs ku Nhôs”, indicando que poderá investir em outras áreas sociais, como educação, formação e na criação de um centro de bombeiro, mas que tudo dependerá das conversações.

A associação quer ter garantia das autoridades nacionais e locais antes de avançar com qualquer tipo de intervenção em Chã das Caldeiras, considerado local de preferência.

A remodelação da antiga unidade sanitária de base (USB) de Chã das Caldeiras e sua transformação em posto sanitário, consistiu, na altura, na substituição do telhado, melhoria da casa de banho, separação da sala de tratamento, substituição de portas e janelas, de entre outras intervenções, no valor de aproximadamente dois mil contos, mobilizados pela associação junto do Governo do Estado Vorarlberg (Áustria) e da contribuição dos 40 membros.

Nos últimos anos, segundo explica Klaus Zimmermann, a associação realizou pequenas actividades como a formação de treinadores de escolas de futebol, indicando que a mesma vai financiar a deslocação de um grupo de jovens da ilha do Fogo à ilha Brava para um intercâmbio desportivo para ver a metodologia e pratica aprendida na formação.

A nível cultural levou, como tem sido habito, vários artistas cabo-verdianos para Áustria para espectáculo e intercâmbio e produziu o CD de Jovino dos Santos, cujo lançamento oficial aconteceu na semana passada em São Vicente.

C/Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau