Autárquicas 2016

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Autárquicas: Eleitores em reflexão 03 Setembro 2016

Terminada que está a campanha a partir das zero horas de hoje,03 de Setembro, os cabo-verdianos entram agora no período de reflexão e meditação para o sufrágio livre, universal e democrático deste Domingo, 04. É que, nos termos do artigo 92º do Código Eleitoral, é proibida toda a propaganda eleitoral, seja qual for a forma de que se revista, a partir das zero horas do dia anterior – 03 de Setembro - ao marcado para as eleições.

Autárquicas: Eleitores em reflexão

Durante os 15 dias da campanha, os eleitores tiveram a oportunidade de acompanhar e conhecer, quer através dos debates e informações nos meios da comunicação social, quer através dos comícios e contactos directos com os concorrentes dos seis partidos e cinco grupo de independentes, as plataformas eleitoralis dos 57 candidatos às 22 Câmaras municipais do país a estas eleições.

Conforme as autoridades responsáveis pela organização do processo eleitoral, até então tudo está a correr dentro da normalidade, salvo os habituais casos de trocas, por vezes azedas, entre adeptos das diferentes candidaturas por causa de excessos ou irregularidades que vêm sendo detectadas e resolvidas, na medida do possível, pela Comissão Nacional de Eleições.

Sendo assim, os cidadãos devem rejeitar qualquer tentativa de compra de consciência e acções ilegais de campanha - às escondidas pelos candidatos -, pois estas práticas constituem crimes puníveis nos termos do Código Eleitoral em vigor em Cabo Verde.

Ou seja, espera-se que todo o processo eleitoral prossiga num ambiente de muito civismo e na santa paz de Deus - esta constitui o recurso mais importante deste nosso Cabo Verde independente.

Findo esse período de reflexão, o bom senso aconselha que cada um vá, no domingo, exercer o seu direito de voto, de forma livre, consciente e democrática, escolhendo o candidato da sua preferência. Agindo assim, estamos todos a contribuir para o desenvolvimento e a consolidação do Estado de Direito Democrático e do reforço do Poder Local, cujas primeiras eleições gerais dos titulares dos órgãos autárquicos acontecerem a 15 de Dezembro de 1991.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau