ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

BCN começa nova era com ÍMPAR a deter a maioria do capital social 02 Abril 2017

O Banco Cabo-verdiano de Negócios (BCN) entra numa nova era com a seguradora cabo-verdiana Ímpar a deter a maioria do capital social - Luís Vasconcelos Lopes é o novo presidente do seu Conselho da Administração. É que as negociações entre o consórcio IMPAR/Sociedade de Estudos e Promoção de Investimentos-SEPI para adquirir a posição accionista que o BANIF (antigo banco de Funchal) detinha no BCN - correspondente a 51,7% das acções- foram concluídas, no passado dia 24 de Março, com a assinatura do respectivo contrato definitivo de compra e venda. Já o SEPI posiciona-se como o segundo maior accionista, com 43, 9% das acções e na terceira posição fica a Cruz Vermelha de Cabo Verde, com 4.4% do capital social geral.

BCN começa nova era com ÍMPAR a deter a maioria do capital social

A conclusão dessas negociações, que já vinham decorrendo desde Dezembro do ano transacto, acaba de colocar o BCN como o único Banco em Cabo Verde com capital e gestão 100% cabo-verdiano. Assim, o capital social desta instituição financeira passa a ser distribuído da seguinte forma: Ímpar 51.7%, SEPI 43.9% e Cruz Vermelha 4.4%). O BANIF, ex-acionista do BCN, foi, recorde-se- recapitalizado pelo Estado português em 2012, mas depois acabou por ser vendido aos espanhóis do Santander. Por isso, a nova administração deste tem vindo a alienar várias participações, incluindo o lote de acções que detinha no BCN.

O culminar destas negociações da compra das acções referidas deu-se com a realização da Assembleia Geral no passado dia 24 de Março, que também serviu para alguma mudança na administração do Banco, provocada pela saída dos administradores anteriormente indigitados pelo Banif.

Deste modo, os novos Órgãos Sociais do Banco passaram a ter uma nova composição, nomeadamente Mesa da Assembleia Geral, cujo seu presidente é Manuel Casimiro de Jesus Chantre e primeira secretária ocupada por Ana Eloisa Fernandes Semedo de Carvalho. Já, o Conselho de Administração será presidido por Luís Miguel Andrade Vasconcelos Lopes, coadjuvado por Humberto Bettencourt Santos. Para o presidente da Comissão executiva foi nomeado o Pedro Mendes de Barros e o Conselho Fiscal será presidido por Dario Dantas dos Reis, que tem como adjunto António Vicente Lima.

Mudanças e mais solidez

No essencial, a mudança ocorreu apenas no Conselho de Administração, com a entrada do Luís Vasconcelos Lopes, actual CEO da ÍMPAR, que passa a assumir, doravante, a função de presidente . O Engenheiro Paulo Lima e o economista Carlitos Fortes entraram também como administradores executivos da empresa.

Esta entrada da IMPAR no capital social do BCN marca assim, uma nova era para este Banco. À solidez que o Banco já dispõe, vem se juntar a parceria estratégica daquela empresa seguradora, “recursos essenciais para o desenvolvimento das sinergias entre os negócios das duas Instituições e, consequentemente, do mercado de serviços financeiros em Cabo Verde”, sustenta o novo Conselho da administração da mesma instituição financeira.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau