REGISTOS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Boa Esperança e não mais “Barraca”, um dia seremos luz 22 Agosto 2017

Boa Esperança te batizo, declarou quem tem a competência — espero que a leitura deste artigo leve as pessoas a trazerem-nos mais luz sobre o assunto. Não mais Barraca, bairro que a pressa inimiga da perfeição e amiga do capitalista apressado fez nascer como antro de miséria.

Por: Luiz Cunha

Boa Esperança e não mais “Barraca”, um dia seremos luz

Paz, Solidariedade, Inteligência: é o Léxico da Esperança que cresce para um dia ser Luz.

A Paz estilhaçada pelo medo, num cantinho de paraíso, incumprida nesse 25 de abril a mensagem de liberdade.

O medo está no presente, manifesta-se na insanidade mental, talvez nutrida da revolta, do desespero, que explodiu neste 16 de agosto, dentro de um autocarro, na cidade italiana de Rimini, contra a estrangeira.

Mulher, africana, grávida, assaltada – levaram-lhe a mala, o dinheiro, o telemóvel —, agredida com insultos mais pontapés e murros que a atiraram para a urgência de um hospital. Agressores: um par, ela de 19 e ele de 22 anos, que despojaram a sua vítima dos haveres e ameaçaram-na “Vamos fazer-te abortar, preta de m….”

Esperança

Contra o desespero, a Luz.

Contra o Medo, a Inteligência.

Amanhã

Paz a cumprir-se na montanha com nome de pássaro. A Solidariedade a abraçar os mais pobres de nós. A Inteligência a esconjurar o medo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau