LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Brasil: Senado destitui a presidente Dilma Roussell sem lhe retirar direitos políticos 31 Agosto 2017

Está a ser manchete do dia nos vários órgãos da comunicação social que Dilma Rousseff perdeu definitivamente a presidência do Brasil, mas não é impedida de exercer cargos públicos. É que o Senado daquele país sul-americano de expressão oficial portuguesa acaba de validar a destituição de Rousseff, com os votos favoráveis de 61 senadores - apenas 20 votaram contra.

Brasil: Senado destitui a presidente Dilma Roussell sem lhe retirar direitos políticos

Mas, segundo a imprensa local, a chefe de Estado destituída mantém os direitos políticos. O presidente do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, tinha aceite a separação das duas questões, o que originou uma segunda votação favorável a Rousseff, já que, com apenas 42 votos a favor – menos do que os dois terços dos 81 deputados exigidos -, significa que a ex-presidente se mantêm habilitada a desempenhar funções públicas. Mesmo assim, tudo indica que Dilma não pode concorrer às eleições presidenciais que se vizinham.

Na sequência da destituição de Rousseff, o chefe de Estado interino Michel Temer assume definitivamente, a partir hoje (31), a presidência da República Federativa do Brasil. Possui, neste momento, a mais baixa taxa de popularidade que um Presidente de Brasil já teve até agora.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau