SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Brava: Equipa de médicos veterinários voluntários promove campanha de castração de cães e gatos 08 Novembro 2017

"Castrar cães e gatos HOJE, evita maus-tratos e abandonos amanhã", dá o mote a uma campanha gratuita de castração e desparasitação destes animais, que decorrerá na Ilha da Brava, até 10 deste mês. Esta acção - arrancou no dia 05 - é promovida por uma equipa de Médicos Veterinários Voluntários da Associação Bons Amigos e técnicos veterinários da DelMAA e conta com o financiamento da ONG alemã Neutering Campaignsonthe Cape Verde Islands – Tieraerztep.

Brava: Equipa de médicos veterinários voluntários promove campanha de castração de cães e gatos

Este é 3º evento desta natureza a realizar-se na Ilha das flores. Tem sido promovido pela activista dos direitos dos animais Marijke Katsburg, uma europeia que trocou o rigoroso inverno nórdico por Djabraba, cuja iniciativa conta com a parceira da Câmara Municipal da Brava (CMB), da Delegação do MAA e dos operadores locais.

De acordo com um dos responsáveis da organização, este trabalho faz parte da “política, controle e protecção dos animais” naquele município, tendo a primeira intervenção iniciada no último Domingo, na localidade de Cachaço, com a castração de 32 cães. Mas a previsão será castrar/esterilizar e desparasitar 150 animais até o final da próxima desta semana.

“A meio da campanha, pretendemos promover um encontro de reflexão na comunidade educativa e abordar este problema que afecta a saúde pública, conjuntamente com o Comité de Saúde Pública da Brava, CMB, Delegacia Saúde, Delegação Escolar, CRP, Cruz Vermelha, Igrejas, entre outras instituições”, anuncia a nossa fonte.

Com estas medidas, os organizadores desta campanha consideram que as castrações em massa, a par das desparasitações, bem como acções de sensibilização das pessoas, serão o ponto de partida para o despertar de consciências sobre a importância da guarda responsável de animais.

“Pretendemos evitar acidentes causados por cães e gatos e diminuir os riscos de doenças transmissíveis, sob o ponto de vista da saúde pública, embora estamos cientes de que estas medidas não são suficientes para a resolução do problema, porque infelizmente, a ilha não possui um canil para abrigo dos animais abandonados”, mostra.

Conforme o programa agendado pela comissão organizadora, esta campanha abrange outras localidades da ilha Brava, nomeadamente Mato, Campo-Baixo, Cova Rodela, Cidade de Nova Sintra, entre outras.

De relembrar que, no ano passado, aconteceram duas campanhas idênticas na ilha, onde foram castrados/esterilizados um total de 294 animais domésticos, além de centenas de desparasitações e outras intervenções cirúrgicas feitas.

“O sucesso desta campanha só foi possível graças a uma doação da ONG alemã Tieraerztep, que luta pelos direitos dos animais, um pouco por todo o mundo, através dos donativos foi possível a aquisição de medicamentos, consumíveis clínicos e deslocação do pessoal veterinário”, conclui a nossa fonte. Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau