INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Burkina-Faso: 18 mortos em mais um “ataque djihadista” a restaurante na capital 15 Agosto 2017

Ouagadougou amanheceu sob o terror: 18 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas num “ataque terrorista” a um café-restaurante na noite de domingo, diz o governo do Burkina-Faso.

Burkina-Faso: 18 mortos em mais um “ataque djihadista” a restaurante na capital

Homens armados abriram fogo sobre os clientes que se encontravam na esplanda do café-restaurante Aziz Istanbul, no centro da capital burkinabê. Tudo aconteceu rápido cerca das nove da noite.

As versões referem ou “três homens armados que chegaram de jipe” ou, segundo o capitão da polícia Guy Ye declarou à Associated Press, “três ou quatro homens que chegaram de moto”.

Esta manhã de segunda-feira, as autoridades comunicaram que a situação está dominada e que a polícia abateu dois dos assaltantes. Em janeiro do ano passado, trinta pessoas morreram no “Capuccino”, um café vizinho do restaurante atacado este domingo.

Suspeita-se que a Al-Qaeda esteja por trás deste ataque, como já estivera no de há 20 meses. O grupo terrorista continua ativo na região, segundo referem a BBC e Le Monde.

Burkina Faso em guerra com terroristas islamistas

O ministro da Comunicação, Remis Dandjinou, confirmou na manhã de segunda-feira que as forças de segurança tinham dominado a situação e que a ordem tinha sido restabelecida na Avenue Kwame Nkrumah, local do tiroteio.

Testemunhos aos órgãos de comunicação social dão conta de que “jipes e camiões militares” têm, desde as nove da noite de domingo, estado a circular nas proximidades da artéria onde ocorreu o tiroteio.

Uma testemunha referiu: “Estão polícias e tropas armados com (metralhadoras) AK47s em frente ao meu prédio. Ouvi tiros e fiquei com tanto medo que me tranquei em casa”.

Recorde-se que a ameaça do terrorismo e crime organizado na região do Sahel levou, sob o impulso de Macron-Merkel, à recente criação do G5 Sahel. O Burkina Faso, Chade, Mali, Mauritânia e Níger formam esta coligação que está ainda em fase de instalação.

Fontes: AP, BBC, Le Monde.

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau