ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Cabo Verde comemora “Dia da Industrialização em África” 22 Novembro 2017

Com o lema “Desenvolvimento Industrial Africano: uma pré-condição para uma zona de comércio livre no continente efectiva e sustentável”, a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (ONUDI), em parceria com o Ministério da Economia e Emprego, promoveu um Workshop, nesta terça-feira, 21, na Escola de Negócios e Governação da Universidade de Cabo Verde (ENG-Uni-CV) em Palmarejo, Cidade da Praia.

Cabo Verde comemora “Dia da Industrialização em África”

O evento, que se destinou a empresas e instituições com responsabilidades no domínio do desenvolvimento empresarial em Cabo Verde, constituituiu uma oportunidade para se debater os passos necessários à promoção do desenvolvimento no sector da indústria e comércio e reforçar a integração económica de Cabo Verde na CEDEAO, de acordo com um comunicado enviado a este diário digital.

Estado actual da indústria em Cabo Verde, Comércio Inter-regional no esquema de liberalização de trocas comerciais, Exportação para CEDEAIO, Transacções financeiras regionais, Importância dos bancos regionais, são de entre várias outras questões debatidas ao longo do Workshop, que contou com a participação de vários empresários e entidades ligadas ao mundo da economia.

O Dia da Industrialização em África é celebrado a 20 de Novembro de cada ano desde 1990, com a pretensão de mobilizar a comunidade internacional a contribuir para o fortalecimento da indústria africana, tendo por objectivo o crescimento económico sustentável e a erradicação da pobreza.

Em Cabo Verde, esta data foi assinalada com a realização de um Workshop nesta terça-feira, 21, visando as ligações entre o desenvolvimento industrial e o comércio na África &#8211. Um continente considerado rico em recursos naturais, mas com constrangimentos económicos, políticos e sociais, com a maior parte da população a trabalhar no sector agrícola.

Assim, por esta ocasião, o Secretário-Geral das Nações Unidas, na sua mensagem alusiva ao Dia da Industrialização em África, destaca a industrialização como um dos principais impulsionadores do crescimento económico e da criação de emprego “e será fundamental nos esforços para alcançar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável e a Agenda 2063 da União Africana”.

Fazendo fé na ligação ao comércio, aquele responsável pela ONUDI refere que investimentos estratégicos em infra-estruturas transfronteiriças deverão ser incentivados, através de parcerias entre governos, empresas e sociedade civil, tanto na componente comercial como na industrial, para que possa impulsionar o crescimento sustentável.

De ressaltar que África é o continente menos industrializado do mundo, representando somente 1% do total da produção industrial global. A Agenda para o Desenvolvimento Sustentável de 2030 reconhece a importante contribuição da industrialização inclusiva e sustentável para ajudar a África a superar os seus desafios críticos de desenvolvimento, nomeadamente no Objectivo de Desenvolvimento Sustentável 9 que apela à construção de uma infra-estrutura resiliente e à promoção da industrialização sustentável e da inovação.

Sobre a ONUDI

A ONUDI foi criada em 1966 e tornou-se numa agência especializada das Nações Unidas em 1985. A Organização concentra a sua actividade em três temáticas inter-relacionadas, nomeadamente Criação de Prosperidade Partilhada; Promoção da Competitividade Económica e Salvaguardar o Ambiente.

Em Cabo Verde, no âmbito do Programa Único das Nações Unidas e do Quadro Programático 2015-2017, esta agência tem projectos nas áreas ligadas à promoção do investimento, acesso ao financiamento, ambiente de negócios, assistência técnica às empresas, politicas industriais, empreendedorismo, agro-negócio, pescas, energias renováveis e economia verde.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau