ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Cabo Verde em festa da independência 04 Julho 2015

Os 40 anos da independência de Cabo Verde estão a ser assinalados com manifestações políticas e culturais no país e nas comunidades cabo-verdianas em várias partes do mundo. Mas o destaque vai para a sessão solene na Assembleia Nacional, na manhã do dia 5, acto central da celebração da data. Ocasião em que o Chefe de Estado, Jorge Carlos Fonseca, dirigirá a sua tradicional mensagem à nação.

Cabo Verde em festa da independência

Manifestações culturais, desportivas e políticas estão a animar a comemoração dos 40 anos de Cabo Verde independente. É que o dia de «labanta braçu, bu grita bu liberdadi» está sendo festejado dentro e fora do país, quer por pessoas que viveram o momento histórico do hastear da bandeira da República de Cabo Verde, a 5 de Julho de 1975, quer pela nova geração.

Na perspetiva de dignificar a data, o Estado, através da Comissão Nacional de Organização das Comemorações do 40º aniversário da Independência Nacional (CNO-40), está a cumprir um vasto programa de actividades. Mesmo assim, surgem vozes a protestar contra os gastos financeiros que vêm sendo feitos nesse sentido.

O programa deste fim-de semana começa, na Praia, a partir das 16h do dia 4, com um jogo de futebol no Estádio Nacional entre as selecções mistas de Barlavento e Sotavento. Segue-se uma noite cultural no Estádio da Várzea, com danças e músicas das ilhas, contando com a participação do Ballet Nacional e da Orquestra Nacional.

À meia-noite, zero hora do dia 5 de Julho, haverá fogo-de-artifício e, meia hora depois, na Praia da Gamboa, começa o evento «40 anos de música de Cabo Verde» com vários DJ. Pela manhã, às 10h está prevista a sessão solene na Assembleia Nacional, que marca o acto central do Dia da Independência. Um dos tradicionais discursos esperados será o do Chefe de Estado, Jorge Carlos Fonseca, que deverá, segundo fontes deste jornal, falar do percurso de Cabo Verde nas últimas quatro décadas e dos actuais desafios que o país tem de vencer para o seu futuro.

O acto central do 5 de Julho prossegue, por volta das 11h, com o chamado «desfile Cabo Verde», na Avenida Cidade de Lisboa, na capital. E às 12h tem lugar a parada militar a anteceder a réplica do momento do içar da bandeira nacional no dia 5 de Julho de 1975, marcado para as 12h30.

Entretanto, conforme o programa geral fornecido pela CNO-40, o dia da independência vai ser recordado com outras actividades nas várias ilhas do país – a figura de Aristides Pereira, primeiro presidente da República de Cabo Verde, vai ser homenageada pela Câmara da Praia com a atribuição do seu nome a uma Avenida na Achada Grande. Junto da comunidade cabo-verdiana no estrangeiro estão também previstas várias manifestações políticas e culturais para assinalar a passagem da efeméride, com destaque para Portugal, EUA, Holanda, França e Senegal.

ADP

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau