ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Cabo Verde no topo dos países com maior índice de hipertensão em África 18 Maio 2015

Cabo Verde, com uma taxa de 33.7% de incidência de hipertensão na população, é um dos países africanos mais afectados por esta doença. Pior que o nosso arquipélago estão os países da região árida do Sahel como Mauritânia (34.6%) e Somália (34.6%), diz o relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS). Sublinha ainda que o continente africano tem o maior índice de pessoas com hipertensão no mundo.

Cabo Verde no topo dos países com maior índice de hipertensão em África

Em 2013, o Ministério da Saúde de Cabo Verde apontava que a hipertensão era a primeira causa de morte em Cabo Verde, atingindo 35% da população entre os 25 e os 64 anos.

Em África, os países de menor risco são Seicheles, Ilhas Maurícias, Líbia, Tunísia e Gabão. Entre os factores de risco, estão a afro-descendência, o histórico familiar, o consumo de sal, a obesidade, o consumo de álcool, a idade, o colesterol alto, o sedentarismo, o tabagismo, o consumo de anticoncepcionais orais (ACO).

Contrariando os índices anteriores, as mulheres africanas sofrem mais de tensão arterial do que os homens. A doença, que causa a maior parte das mortes repentinas, é mais incidente nos africanos maiores de 18 anos. Entre as mulheres, o mal afecta 29.5% das africanas, enquanto no resto do mundo o índice é de 20.5% entre as pessoas do sexo feminino.

De referir que a hipertensão era tida como uma doença dominante dos países ocidentais, onde as pessoas recorrem com mais frequência aos restaurantes de comidas rápidas ricas em gordura saturada.

O Dia Mundial da Hipertensão assinalou-se este domingo, 17. O objectivo de assinalar esta data passa pela sensibilização contra um flagelo que é o principal responsável do AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau