ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Cabo Verde registou uma taxa de inflação homóloga do IPC em 0,3% 16 Maio 2017

A taxa de variação homóloga registada no mês de Abril deste ano, pelo Índice de Preços no Consumidor (IPC) em Cabo Verde, passou de 0,5% para 0,3%. Um valor inferior ao registado no mês anterior em 0,2 pontos percentuais (p.p.). A variação média dos últimos doze meses registou uma taxa de -1,0%, valor superior em 0,1 p.p. à registada no mês de Março de 2017.

Cabo Verde registou uma taxa de inflação homóloga do IPC em 0,3%

Segundo os dados divulgados nesta segunda-feira pelo INECV, a taxa de variação homóloga do IPC passou de 0,5% em Março de 2017 para 0,3% em Abril. Uma cifra que reflecte sobretudo a aceleração dos preços das classes do vestuário e calçado (+3,5%), do lazer, recreação e cultura (+2,6%), dos bens e serviços diversos (+2,3%), da saúde e dos transportes (ambas +2,2%), do ensino (+1,8%), das bebidas alcoólicas e tabaco (+1,6%) e dos acessórios, equipamento doméstico e manutenção corrente da habitação (+1,3%).

Por outro lado, revelam variações negativas mais relevantes para as classes das rendas de habitação, água, electricidade, gás e outros combustíveis (-0,5%) e dos produtos alimentares e bebidas não alcoólicas (-1,0%).

Variação mensal: -0,3%

Diz ainda o INECV que a variação mensal do IPC foi de -0,3%, sendo as classes com maior contributo negativo para a taxa de variação mensal são os transportes (-0,2%) e dos produtos alimentares e bebidas não alcoólicas (-0,6%).

Indica a mesma fonte que as classes que contribuíram com valores positivos mais relevantes foram vestuário e calçado (+0,7%), hotéis, restaurantes, cafés e similares, bens e serviços diversos (ambas +0,3%), rendas de habitação, água, electricidade, gás e outros combustíveis (+0,2%), bebidas alcoólicas e tabaco (+0,1%) e acessórios, equipamento doméstico e manutenção corrente da habitação (+0,1%).

Para o INECV, as principais subidas de preços registadas pelo IPC observaram-se nos seguintes subgrupos: despesas em hotéis e similares; artigos cerâmicos de uso doméstico e de decoração; pequenos aparelhos domésticos eléctricos; artigos de joalharia, bijutaria e relojoaria. Já as principais descidas de preços ocorreram nos subgrupos – peixe; combustíveis líquidos; produtos hortícolas, incluindo batata e outros tubérculos; combustíveis e lubrificantes.

Variação média de 12 meses: -1,0%

Em Abril de 2017, o IPC registou uma variação média dos últimos doze meses de -1,0%, uma taxa superior em 0,1 p.p. à verificada no mês anterior.

Índices regionais

O relatório do INECV aponta que a nível regional, registaram-se uma variação mensal nula em Santo Antão e Santiago e, negativa em São Vicente (-0,8%). Em Santo Antão,contribuíram com valores positivos mais relevantes para essa variação as contribuições das classes das rendas de habitação, água, electricidade, gás e outros combustíveis, dos hotéis, restaurantes, cafés e similares, bem como dos bens e serviços diversos, dos acessórios, equipamento doméstico e manutenção corrente da habitação, e das bebidas alcoólicas e tabaco.

Por outro lado, as classes do vestuário e calçado, dos transportes e dos produtos alimentares e bebidas não alcoólicas, contribuíram com valores negativos mais relevantes para essa variação. Em Santiago, a contribuição positiva para a variação mensal nula do índice total dessa região foi registada nas classes do vestuário e calçado, das rendas de habitação, água, electricidade, gás e outros combustíveis, dos bens e serviços diversos e dos acessórios, equipamento doméstico e manutenção corrente da habitação. Nesta mesma região, a contribuição negativa foi registada nos sectores dos transportes e dos hotéis, restaurantes, cafés e similares.

Já em em São Vicente, foram determinantes para a variação mensal negativa do índice total dessa ilha as contribuições das classes dos acessórios, equipamento doméstico e manutenção corrente da habitação, dos transportes e dos produtos alimentares e bebidas não alcoólicas. “Por outro lado, a contribuição positiva foi registada na classe das rendas de habitação, água, electricidade, gás e outros combustíveis”, precisam os dados do INECV.

Variação média homóloga

Referindo-se à variação média homóloga, revela o estudo em apreço que o índice de Santo Antão foi superior à média nacional em 1,0 p.p., em Santiago o valor apurado foi idêntico à média nacional (+0,3%), enquanto que em São Vicente o valor registado foi inferior à média nacional em 0,1 p.p.

De referir que o índice de Preços no Consumidor (IPC) é um indicador que tem por finalidade medir a evolução, no tempo, dos preços de um conjunto de bens e serviços considerados representativos da estrutura de consumo da população residente em Cabo Verde.

Celso Lobo

.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau