ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Cabo-verdianos voltam às urnas neste Domingo 02 Outubro 2016

Os Cabo-Verdianos são chamados, neste Domingo,02, a exercer, pela terceira vez consecutiva este ano, o seu direito de voto. Em causa está o sufrágio universal, directo e secreto para a eleição do Presidente da República.

Cabo-verdianos voltam às urnas neste Domingo

Conforme a Comissão Nacional de Eleições, tudo está a postos para que a operação decorra de forma normal. O processo da votação começará a partir das 8 horas locais com a abertura das Mesas de Assembleias de Votos (MAV) nos dez círculos eleitorais do país e junto dos três restantes colégios eleitorais no estrangeiro.

O candidato Jorge Carlos Fonseca exercerá o seu direito às 10h30, numa das Mesas da Escola Grande, que fica frente à Escola Técnica, em Achada Santo António, Praia . O mesmo acontece com o seu rival Albertino Graça, que deve comparecer às urnas às 10 horas, numa das Mesas da Escola do EBI que funciona junto da Delegacia da Saúde, na cidade do Mindelo. Já o candidato Joaquim Monteiro vai votar às 11 horas, numa das Mesas de Assembleia de Voto do Liceu Domingos Ramos, na Praia.

A fazer fé nos dados divulgados pela CNE, o pleito eleitoral deste Domingo conta com 362.206 eleitores - 314 mil e 73 inscritos em Cabo Verde e 47 mil 133 recenseados na Diáspora. Atendendo a alta taxa de abstenção registada nas recentes eleições autárquicas, os candidatos têm apelado para a participação activa dos cabo-verdianos no acto.

Segundo a CNE, os resultados provisórios serão conhecidos logo depois do encerramento das urnas, que está previsto para 18 horas. A operação será vigiada por 81 observadores internacionais.

O pleito eleitoral deste Domingo – o terceiro depois das legislativas de 20 de Março e autárquicas de 4 de Setembro - simboliza os 25 anos de eleições presidenciais livres realizadas em Cabo Verde. A primeira aconteceu em 1991 com a escolha democrática do presidente António Mascarenhas Monteiro - faleceu neste mês -, após ter disputado o cargo com Aristides Pereira, que foi, durante os 15 anos de regime de partido único, o primeiro Chefe de Estado de Cabo Verde independente.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau