DESPORTO

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Campeonato de Ténis em S.Vicente: Polémica por comentário alegadamente desrespeitoso ao ex-campeão Samuel Lopes 26 Julho 2017

Está envolto em polémica o campeonato nacional de Ténis, que decorre em S.Vicente. Em causa está um comentário, do presidente da Associação de Ténis de S.Vicente (ATS), Paulo Monteiro, publicado na sua página de facebook, que faz desdém, segundo o email que um amante de ténis remeteu a este jornal, «num texto que desrespeita ao atleta de alto nível e várias vezes campeão de Cabo Verde que é Samuel Lopes». Mas Monteiro já pediu desculpas ao Samuel, justificando que nunca teve a intenção de o desrespeitar.

Campeonato de Ténis em S.Vicente: Polémica por comentário alegadamente desrespeitoso ao ex-campeão Samuel Lopes

Conforme o e-mail a que este jornal teve acesso, o presidente da ATS, descrevendo o jogo inaugural do Campeonato Nacional de Ténis que decorre no Mindelo, comentou como o atleta Eduino Oliveira (Didi) derrotou o seu colega Samuel Lopes. "Aller Samuel" era a tentativa desesperada da claque de SA, no apoio ao seu campeão. O que eles não imaginavam é que do outro lado estava o maior, dos maiores, o mítico, o colosso, o temível Eduíno Oliveira (Didi), campeão de SV».

Descreveu o mesmo responsável que foi um grande jogo de sentido único, onde de um lado Eduíno impunha a seu belo prazer uma dominância absoluta, espalhando charme e técnica no court do Clube Mindelo. «O público, que apareceu em massa, foi ao rubro, vibrando com o jogo do nosso campeão. Já Samuel foi literalmente um sobrevivente, que mal conseguia chegar aos 30 pontos, quanto mais estar por cima. Até os 3 games conseguidos nos dois set´s foram ‘oferta da casa’, do nosso campeão. Samuel ainda tentou impor com o seu poderoso serviço, mas o nosso Didi, não foi na conversa e bloqueou tudo», comentou o presidente da Associação de Ténis, de S.Vicente, concluindo que foi bela gala de abertura promovida pela FCT-Federação Cabo-verdiana de Ténis.

Mas vários amantes do ténis não gostaram do teor referido comentário. Alguns deles, através de um e-mail encaminhado por Giliardo Nascimento, procuraram os órgãos da comunicação social para denunciar o caso. Considerou o email que «num ato de pura falta de humildade e arrogância, o presidente da ATS faz desdém num texto que desrespeita o atleta de alto nível e várias vezes campeão de Cabo Verde como é o caso de Samuel Lopes. Tudo por causa de um jogo decorrido ontem (23) no arranque do Campeonato Nacional de Ténis em São Vicente».

Justificam a sua posição, tendo em conta o sentido da ética e o respeito mútuo que deve prevalecer entre os atletas. «Faço esse texto chegar a vós – comunicação social - na medida em que, para além de S.Vicente ser a associação anfitriã do Campeonato Nacional de ténis, é a ilha de que, neste momento, detém a Federação Nacional de ténis. Ademais, não se pode denegrir a imagem do ténis que desde dos seus primórdios é um desporto pautado pela ética e pelo respeito mútuo, onde não se festeja a desgraça do adversário», conclui a fonte que vimos citando.

Entretanto, Paulo Monteiro já pediu desculpas ao Samuel Lopes, fundamentando que nunca teve a intenção de o desrespeitar. « A nosso ver, houve um interpretação errada do texto», conclui o presidente da Associação de Ténis de S.Vicente.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau