DESPORTO

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Capitão dos "Tubarões Azuis" pede concentração máxima contra Moçambique 15 Outubro 2014

O capitão da selecção nacional Marco Soares pediu concentração máxima aos seus colegas no jogo contra Moçambique. O jogador, que está impedido de dar o seu contributo devido a uma lesão, acredita plenamente na vitória e garante que a equipa terá outra atitude no jogo desta quarta-feira. Cabo Verde entra logo mais, às 16h30, para vencer Moçambique em casa, é a certeza crioula que promete encher o Estádio Nacional para levar toda a força anímica à sua selecção, fazendo-a ultrapassar o desaire de Maputo.

Capitão dos

“Temos de estar focados e concentrados o máximo possível. O resultado do primeiro jogo não foi o que esperávamos, mas ainda bem que o próximo encontro é já esta quarta-feira, para nos podermos redimir desse resultado menos conseguido”, sublinha. Marco Soares faz ainda questão de frisar que a derrota já faz parte do passado, por isso o foco agora é entrar em campo com o pensamento único e exclusivamente na vitória.

“As derrotas acontecem, não é o fim do mundo. Da mesma forma que quando ganhamos as coisas nunca estão completamente perfeitas, serve de igual forma quando não ganhamos. Ou seja, não está tudo a correr mal. Agora é focar nos erros e tentar melhorar para conseguirmos a vitória e alcançar nosso objectivo que é a classificação”, assegura o capitão dos Tubarões Azuis.

Questionado sobre a ausência por castigo de um dos principais jogadores da formação de Moçambique, Dominguez, Marco Soares desvalorizou este facto e disse que o jogo é onze contra onze. “É claro que o Dominguez é uma mais-valia para eles, mas todos sabemos que o jogo é onze contra onze. Eles sabem também do nosso poderio, principalmente em casa, portanto não é a falta de um jogador que vai alterar os objectivos deles e nem a nossa forma de jogar”, afirma.

Para finalizar o capitão de Cabo Verde deixa um grande apelo: que o público compareça em grande massa no Estádio Nacional, já que em Moçambique a selecção de Cabo Verde não conseguiu transpor esse grande obstáculo que foi a presença volumosa da torcida moçambicana.

Hélio Robalo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau