NOTÍCIAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Carmen Souza está nomeada para All Africa Music Awards 2016 21 Setembro 2016

Carmen Souza está nomeada para All Africa Music Awards 2016 (AAMA), que acontece a 6 de Novembro em Lagos, Nigéria. A cantora de descendência cabo-verdiana está nomeada na categoria de Melhor Jazz Africano, com o álbum “Epístola” neste evento que, além de premiar, promove os melhores da música africana pelo mundo. Carmen Souza é destaque na página oficial da AAMA como a “Capeverdean Blues- Cabo Verde”. Os nomeados são anunciados pela Comissão da União África (AUC).

Carmen Souza está nomeada para All Africa Music Awards 2016

Carmen, que explora ritmos africanos, com destaque para os dos países que falam o português, esta nomeada para AAMA, neste que é considerado o evento mais importante de premiação da música do continente africano.

A mistura dos seus sons está nas suas origens e percurso. È que Carmen, considerada a voz do Jazz Crioulo, nasceu em Lisboa no seio de uma família de origem cabo-verdiana, cresceu em Almada, mas vive em Londres. Cresceu num ambiente crioulo pelo que, além desta influência linguística, teve valores e tradições do povo cabo-verdiano na sua vida. Mas foi além fronteira da terra dos pais que se tornou numa das vozes do “Jazz Crioulo”.

Recorda-se que Carmen Souza venceu em 2013, os prémios Melhor Morna (com a música Seis on na Tarrafal), e Melhor Voz Feminina, com o CD Catchupa, no Cape Verde Music Awards. No mesmo ano, esteve também nomeada na categoria Melhor San Jon, com o mesmo trabalho discográfico. Dois anos mais tarde, em 2013, voltou a ser nomeada nos CVMA também na categoria de melhor voz feminina desta vez com o CD “’Live at Lagny Jazz Festival’.

Carmen Souza começou a cantar num grupo de gospel aos 17 anos, quando conheceu o músico Theo Pas’cal, com quem iniciou uma colaboração que se alinhou ao longo dos seis discos. O primeiro, “Esse ê nha Cabo Verde” (2005), anunciava o encontro do jazz com os ritmos das ilhas, seguindo-se “Verdade” (2008).

No mesmo ano lançou “Protegid” (2008). Quatro anos mais tarde nasceu “Kachupada” (2012) e “London Acoustic set” (2011/2012), o primeiro disco gravado ao vivo em duo com Theo Pas’cal, que veio a cuminar no cd ‘Carmen Souza e Theo Pas’cal’, lançado em 2015. A sua mais recente obra discográfica “Epístola” também chegou ao Mercado em 2015.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau