SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Caso de assassinato em Colonato:Tribunal condena homicidas a 17 anos de prisão 23 Novembro 2017

Dezessete anos de prisão a cada um por homicídio agravado é a sentença do Tribunal do Tarrafal (Santiago) proferida contra três pessoas que mataram o homem chamado Djomi, durante uma briga por terreno na propriedade agrícola de Colonato em dezembro do ano passado. Os agora condenados devem ainda pagar uma indemnização aos familiares da vítima.

Caso de assassinato em Colonato:Tribunal condena homicidas a 17 anos de prisão

A leitura da sentença aconteceu na segunda-feira,20. Antonina “Fenga” Afonseca, – irmã da vítima e seus dois trabalhadores - Luis “ Cipriano” Mendes e Faustino “ Steve” Mendes Varela – , conforme o veredicto, todos participaram na morte de Djomi. Por isso, condenou-os a uma pena pesada: 17 anos a cada um.

Conforme a fonte deste jornal, a vítima foi encontrada morta num sábado - 03 de Dezembro de 2016 -, no perímetro agrícola de colonato em Chão Bom, após ter sido esfaqueada em várias partes do corpo. Ficou assim interrompida de forma trágica a sua viagem à Europa que estava prevista para a noite do mesmo dia.

Segundo as investigações, a briga começou entre Fenga e o irmão Djomi, por causa de um terreno herdado dos pais falecidos. Os colaboradores de Fenga entraram nessa luta quando supostamente a vítima deu a irmã uma bofetada.

Agora todos vão pagar pelo crime na cadeia de São Martinho onde já estavam antes em prisão preventiva aquando do cometimento do crime.

AN

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau