ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Centro de Investigação e Comunicação da Uni-CV organiza conferência sobre cobertura das eleições 30 Junho 2016

O Centro de Investigação e Comunicação da Universidade de Cabo Verde, pólo do Mindelo, organiza esta sexta-feira, 1 de Julho, a 1ª conferência sobre a cobertura mediática das eleições no país. O evento, que vai acontecer no Centro Nacional de Artes e Design, junta profissionais da imprensa nacional - jornais, rádio, televisão e agência notícias - para reflectir sobre o trabalho na cobertura da campanha eleitoral.

Centro de Investigação e Comunicação da Uni-CV organiza conferência sobre cobertura das eleições

Rui Novais, professor de Jornalismo da Uni-CV, explica que será uma metanálise feita pelos jornalistas que estiveram envolvidos na cobertura da campanha eleitoral. O que se prende é comparar o envolvimento da classe e a cobertura que deram nas últimas eleições legislativas em Cabo Verde -2011 e 2016.

“Basicamente vamos pô-los a falar sobre as especificidades de cada meio no tratamento da campanha eleitoral e obriga-los a reflectir sobre o tratamento noticioso das campanhas, que é uma forma de trabalho jornalístico que nós achamos que é muito particular. Sobretudo, aquilo que queremos é que eles reagem e reflictam sobre o nosso trabalho científico, porque o objectivo do Centro de Investigação e Comunicação da Universidade de Cabo Verde é produzir conhecimento científico sobre as áreas da comunicação. E nós vamos apresentar um trabalho sobre a análise diacrónica comparativa entre as últimas eleições legislativas feitas em Cabo Verde, as de 2011 e as de 2016.”

Este académico avança que, durante a conferência, vai-se analisar a intensidade da cobertura dessas eleições já que, um estudo feito pelo Centro de Investigação e Comunicação, constatou-se que, nestas eleições, houve uma despolitização da cobertura. Mas o que mais surpreendeu, diz Rui Novais, foi notar que, tal como os países ocidentais, em Cabo Verde começa-se a verificar também uma desvalorização das campanhas eleitorais.

“Uma das conclusões que nós chegamos é que há uma despolitização da cobertura. Cada vez fala-se menos de assuntos sérios relacionados com aquilo que deveria ser a essência da discussão política, dando lugar a assuntos que são mais colaterais, populistas e muito mais ligeiros. Por outro lado, verificou-se que há uma desvalorização das campanhas eleitorais em Cabo Verde, o que foi para nós um acontecimento significativo,” realça Novais, mostrando-se surpreendido em notar esta desvalorização também na cobertura mediática.

“Foi surpreendente encontrar isso da parte dos órgãos de comunicação social. Como investigador e como especialista nestas áreas, custa-me crer que haja outro assunto de interesse na agenda mediática, que é tão curta e tão limitada em Cabo Verde, que justifica a desvalorização das campanhas. Há justificações para isso, mas prefiro que sejam os jornalistas a protagonizá-las e a assumi-las.”

Novos protagonistas

O Centro de Investigação e Comunicação pretende organizar uma segunda conferência em Julho com os protagonistas das eleições autárquicas, que deverão fazer também uma análise própria distanciada e crítica do seu relacionamento com os assessores de comunicação e com os médias. “Interessa-nos que eles próprios nos dêem essa outra vertente do projecto. Paralelamente, nós vamos analisar as três eleições de 2016, fizemos as legislativas. Mas estamos a preparar e a acompanhar agora as eleições autárquicas e vamos fazer a presidencial.”

O estudo base sobre a cobertura das eleições, que servirá como tópico de discussão e de provocação dos jornalistas, será publicado num jornal com arbitragem científica. Também será apresentado numa conferência que vai decorrer em Outubro na Cidade da Praia. Segundo Rui Novais, este é o primeiro projecto do Centro de Investigação e Comunicação da Universidade de Cabo Verde, que vai marcar a agenda e colocar Cabo Verde no mapa - primeiro a nível nacional, dando projecção à Uni-CV, e depois a nível internacional, no que tange à produção a nível de pesquisa e produções académicas sobre o nosso país.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau