INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

“Chegou a hora das mulheres e dos índios”, diz primeira ameríndia candidata à Presidência da República do México 15 Dezembro 2017

A candidata à eleição presidencial mexicana de 2018, Maria de Jesus Patricio, mcp por Marichuy, prepara-se para “servir e não servir-se” como a primeira mulher e primeira ameríndia a ocupar o cargo de presidente da República do México.

“Chegou a hora das mulheres e dos índios”, diz primeira ameríndia candidata à Presidência da República do México

A candidata dirige-se aos índios, aos estudantes e às mulheres para a “reconstrução duma sociedade justa, livre, democrática”, no México onde a pobreza atinge sobretudo esses estratos sociais.

“O sistema capitalista prometeu o desenvolvimento. Mas só recebemos exploração, discriminação e repressão. Os megaprojetos das minas e das petrolíferas, que matam as florestas e poluem, deixaram os povos indígenas sem terra, com a cumplicidade do governo”.

Independente, a candidata é apoiada pelo Congresso Nacional Indígena, com assento no Conselho de Ministros, e pelo EZLN, o exército zapatista da libertação nacional, um grupo armado ativo desde 1993.


Campanha dificultada pela falta de crédito bancário

A recusa dos bancos, designadamente do maior banco a atuar no país, o HSBC, em financiar a campanha de Marichuy revela um dos principais problemas da população indígena no México: a falta de acesso aos serviços financeiros e ao crédito bancário.

Em 2012, um relatório da Comissão Nacional para a Prevenção da Discriminação (Conapred) indicava que é quase “impossível a uma pessoa indígena no México aceder ao crédito, e ainda menos provável que possua cartão de crédito". Fontes: Me Monde. El País. Foto: AFP.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau