ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Chuvas: cabo-verdianos podem renovar as esperanças nos próximos dias 03 Agosto 2015

Há previsão de chuva para os próximos cinco dias, ocasionalmente acompanhada de trovoadas, em todo o arquipélago de Cabo Verde. Quinta-feira,6 de Agosto, a chuva deve cair em todas as ilhas do país, com mais intensidade em Santiago, Maio, Fogo e Brava.

Chuvas: cabo-verdianos podem renovar as esperanças nos próximos dias

Segundo especialistas, este ano as precipitações que podem salvar o ano agrícola em Cabo-Verde vão derivar mais dos fenômenos atmosféricos que se vão formar no Atlântico nas proximidades destas ilhas do que a conjunturas climáticas do Sahel, em que se baseiam as autoridades cabo-verdianas. E a noticia estes dias dando conta de uma área de baixa pressão localizada a cerca de cem milhas a sudeste de Cabo Verde só vem provar a tese de que quanto mais tempestades tropicais que podem transformar-se em ciclones pelas bandas da América e Caraíbas, mais probabilidade de chuva para Cabo Verde.

A primeira onda tropical (Invest 94-L) deste ano continua a desenvolver-se seguindo agora para oeste, no Atlântico aberto, criando a possibilidade de haver ocorrência de aguaceiros e trovoadas neste arquipélago nos próximos 5 dias.

Prevê-se aguaceiros para esta segunda-feira, nas ilhas do sul: Santiago, Maio, Fogo e Brava. E nos dois dias seguintes, a previsão indica céu nublado, por vezes muito nublado ou encoberto - com possibilidade de ocorrência de precipitação de intensidade variada, ocasionalmente acompanhada de trovoada

Já na quinta-feira,5, devem ocorrer chuvas fortes em todo o país, com mais intensidade nas ilhas de Santiago, Maio, Fogo e Brava.

Refira-se que, as precipitações têm sido constantes em algumas localidades das ilhas de Santiago, Fogo e Brava. Há muito que os agricultores vêm preparando as terras, inclusive fazendo sementeiras a seco. Mesmo com este ligeiro atraso, os homens do campo não perdem a esperança num bom ano agrícola.

Segundo antevisão da Agrhymet, o centro regional que estuda a zona do Sahel onde Cabo Verde está inserido, os dados meteorológicos prevêem que as chuvas este ano não serão tão abundantes como nos outros anos. Mas cabo-verdianos que entendem bem os mistérios da natureza garantem que vai haver um bom ano agrícola. E os Deuses devem estar com eles.

Vanina Dias

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau