NOS KU NOS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Chuvas fazem transbordar barragens de Faveta e de Canto de Cagarra 02 Setembro 2015

A Barragem de Faveta, em São Salvador do Mundo (Santiago), já está a transbordar. Depois das chuvas intensas que caíram por estes dias no interior de Santiago, a infraestrutura ultrapassou a sua capacidade máxima de 700 mil metros cúbicos de água, suficiente para irrigar mais de 65 hectares de terreno. Com boas perspectivas de encher, estão ainda as barragens de Poilão(Órgãos), de Figueira Gorda (Santa Cruz), de Saquinho (Santa Catarina) e de Salineiro (Ribeira Grande de Santiago). Também na ilha de Santo Antão a Barragem de Canto Cagarra, no Vale de Garça. A infraestrutura armazena no total 1 milhão e 118 mil m3 de água, dos quais 418.000 m3 na parte superfície e 700.000m3 na parte subterrânea. Vai beneficiar 200 agricultores numa área de 50 hectares de terrenos.

Chuvas fazem transbordar barragens de Faveta e de Canto de Cagarra

Reza o adágio popular que depois da tempestade vem a bonança. É que apesar do receio de males maiores suscitado, a passagem do furacão Fred afinal causou apenas pequenos estragos e trouxe muita esperança aos cabo-verdianos, sobretudo os que vivem nas zonas agrícolas. Na ilha de Santiago, foi leve a passagem do "Fred", mas com este fenómeno veio a chuva que molhou os campos e encheu ribeiras e represas. Na maior parte das infraestruturas hidráulicas da ilha – Poilão, Figueira Gorda, Saquinho e Salineiro – já é visível uma boa reserva de água. Mas a primeira a transbordar foi a Barragem de Faveta.

"É a única barragem que já transbordou neste momento. Está comprovado que, de facto, a barragem foi um projecto muito bem acertado pelo Governo, sendo a maior infraestrutura construída nos Picos. Em dois anos consecutivos, a barragem transbordou. No ano passado foi em Setembro e hoje a mesma coisa, o que mostra que temos grande caudal de água na ribeira de Faveta. Estamos, todos, contentes”, regozija-se o presidente da Câmara Municipal de São salvador do Mundo, João Baptista Pereira.

Entretanto, o autarca salvadorenho mostra-se preocupado com o atraso na implementação do projecto orçado em 70 mil contos, prometida pelo Governo para desenvolver o sector agrícola no concelho. “O meu desejo é que, finalmente, o projecto agrícola seja implementado para permitir não só levar água às parcelas de terras como também às zonas mais altas, como a Achada Igreja e outras propriedades”. Aliás, lembra o Edil Pereira, se o projecto tivesse sido já implementado o ano passado hoje o concelho teria um grande “pulmão verde nos Picos, apesar do período de seca”.

Na ilha de Santo Antão a Barragem de Canto Cagarra, no Vale de Garça, está praticamente cheia: contam-se escassos três metros para a água chegar ao máximo. E se as previsões que apontam para mais chuva durante esses dias se confirmarem, os agricultores do Vale da Garça terão dias felizes.

A infraestrutura hidráulica tem capacidade para armazenar 1 milhão e 118 mil m3 de água - 418.000 m3 na superfície e 700.000m3 na parte subterrânea. Essa água retida vai beneficiar duas centenas de agricultores em cerca de 50 hectares de terreno. São chuvas que trouxeram novos sonhos, energia e esperanças para o povo das ilhas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau