ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Combater a pobreza em Santo Antão: CRP orçamenta 84 mil contos, mas FIDA disponibiliza apenas 50 mil contos 24 Maio 2016

O Programa Nacional de Luta contra a Pobreza (PNLP) orçamentou um montante de 33 mil contos para financiar 15 projectos no concelho do Porto Novo, em Santo Antão. No total, a ilha deveria receber 84 mil contos para custear 39 projectos, dos quais 36 para a promoção de actividades geradoras de rendimento, no quadro do "PNLP- Programa Oportunidades" que o Fundo de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e o Governo de Cabo Verde co-financiam. Mas, segundo o presidente do Conselho Regional de Parceiros (CRP) Luís Andrade, vão receber muito menos. “Vamos receber pouco mais de 50 mil contos. Foi feito uma revisão doos valores por causa da distribuição do bolo da FIDA por todo o território nacional”.

Combater a pobreza em Santo Antão: CRP orçamenta 84 mil contos, mas FIDA disponibiliza apenas 50 mil contos

Segundo este responsável, o CRP orçamentou 84 mil contos, mas a FIDA decidiu financiar muito menos. "Temos pouco mais de 35 mil contos para financiar actividades geradoras de rendimentos e 20 mil contos para suportar as de animação, capacitação e a componente social. No total, a verba que temos ultrapassa um pouco os 50 mil contos", diz Luís Andrade.

Por causa disso, os projectos elencados vão ser financiados conforme as disponibilidades financeiras da CRP de Santo Antão, sendo que muitos deles podem ser alterados para se adaptar. De referir que o CRP, enquanto entidade que gere os fundos disponibilizados no quadro do PNLP, já está a assinar os contratos com as associações no Porto Novo.

As mesmas vão executar os projectos ligados à agricultura, educação, pecuária, pesca e turismo. Com o objectivo de reduzir a pobreza neste município, serão beneficiadas zonas de Ponto Sul-Chã de Mato, Lagoa da Ribeira das Patas e Jorge Luís.

Conforme o plano de investimentos do CRP, Porto Novo é o concelho que vai receber a maior fatia dos investimentos, seguido da Ribeira Grande e Paul. Parte dos investimentos serão canalizados para projectos que abrangem toda a ilha, sendo de destacar a feira dos produtos “made in Santo Antão”.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau