POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Comissão Política Regional Santiago Norte e Federação das Mulheres do PAICV comemoram Dia Mundial da Mulher Rural 14 Outubro 2017

A Comissão Política Regional de Santiago Norte e a Federação das Mulheres do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) celebram, este sábado, 14 de Outubro, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Santa Cruz, o “Dia Mundial da Mulher Rural”, instituída pela Organização da Nações Unidas (ONU) a 15 de Outubro. Esta celebração, organizada sob a forma de troca de conhecimentos, práticas e conhecimentos, visa promover o empoderamento das mulheres rurais em Santiago Norte.

Comissão Política Regional Santiago Norte e Federação das Mulheres do PAICV comemoram Dia Mundial da Mulher Rural

Para o sistema tambarina regional, a realização deste intercâmbio com as mulheres de Santiago Norte tem como propósito trocar experiências, práticas e conhecimentos sobre outros tipos de actividades geradoras de rendimento e outras formas de empoderamento ajustados ao meio rural, com o intento de as mulheres rurais apostarem na diversificação dos seus meios de vida e, com isso, se autonomizarem financeira e economicamente

Tanto a CPR do PAICV de Santiago Norte como a Federação das Mulheres deste mesmo partido consideram que a realização deste evento é “pertinente”, já que o país enfrenta o espectro do mau ano agrícola e, ”é necessário que as mulheres rurais tenham informações e conhecimentos que a diversificação de suas atividades, além da agricultura, poderá ser transformada em fonte de arrecadação de rendimento para os seus agregados familiares”.

Assim, para estas duas organizações políticas, as mulheres rurais são agricultoras, camponesas, peixeiras, criadoras de gado e empresárias. “Elas desempenham um papel essencial no desenvolvimento agrícola, na segurança alimentar e nutricional e na gestão dos recursos naturais. E, ainda, prestam cuidados, criam os filhos e participam das atividades comunitárias”, destacam em comunicado.

De acordo com o programa definido, serão realizadas outras actividades, nomeadamente palestras sobre o empreendedorismo no meio rural, enquanto um mecanismo para aumentar o rendimento das mulheres, testemunhos, apresentação de projectos pela Associação das Mulheres de África Ocidental (RAMAO), entre outras de carácter cultural.

Conforme os dados do último recenseamento geral da agricultura realizado em Cabo Verde, as mulheres rurais continuam sendo a camada mais pobre, apesar de um conjunto de actividades que elas se se dedicam para a economia do país.

Celso Lobo

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau