DESPORTO

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Boxe: Conhecido esta noite na Cidade da Praia o Campeão Africano do Ano em pesos pesados 09 Dezembro 2017

O pugilista marroquino Faisal Arrami, 33 anos, e o seu opositor, o congolês Júnior Maximus, 34, prometem luta dura hoje à noite no pavilhão desportivo Vává Duarte para a decisão do título de Campeão Africano do Ano em pesos pesados.

Boxe: Conhecido esta noite na Cidade da Praia o Campeão Africano do Ano em pesos pesados

Os dois pugilistas profissionais que hoje defrontam-se para a maior competição africana a nível de boxe, estiveram na tarde desta sexta-feira num frente-a-frente, na capital cabo-verdiana, onde aqueceram o “Combate do Ano” com provocações mútuas.

Durante a conferência de imprensa da antevisão deste combate internacional, realizado pela União Africana de Boxe (ABU), o “boxer” congolês Júnior Maximus disse mesmo que não espera nada do seu adversário com o argumento de que Arrami não significa nada para ele.

Maximus gaba-se de se ter preparado para este combate com os melhores da Europa e com um técnico credenciado e que inclusive já esteve no campeonato do mundo, pelo que diz sentir-se bem preparado técnico, físico e psicologicamente para arrebatar o cinto africano do ano.

Enquanto isto, o marroquino Faisal Arrami apresentou-se aparentemente mais sereno, enrodilhado na bandeira do seu país e diz esperar um “bom combate e muito duro”, convicto de que vai ser um “combate interessante”.

Arrami afirmou, entretanto, que almeja regressar com o título ao seu país e que veio bem preparado para mostrar as suas qualidades e que só a vitória lhe interessa nos ringues da capital cabo-verdiana.

“O Combate Africano do Ano” fez chegar a Cabo Verde o presidente da União Africana de Boxe, entidade que se mostra “encantado” com as condições criadas no pavilhão desportivo Vává Duarte para acolher o evento.

Com transmissões pelas principais cadeias televisivas do mundo, o jogo para o título africano em pesos pesados já fez chegar a Cabo Verde o príncipe de Bahrain, Sheik Khaled Bin Hamad Al Khaliah, para presenciar o evento, tendo ainda antes do combate agendado uma audiência com o Presidente da República e o primeiro-ministro cabo-verdianos.

Denominado pela organização internacional como o “maior combate de sempre do boxe africano”, Faisal Arrami chega a Cabo Verde como detentor de três campeão de França, país onde reside e compete, é Campeão de África, Campeão WC Francofonia, Campeão do Torneio de França e vencedor da Copa da Liga.

Faisal Arrami conta com um total de 18 vitórias, dos quais 10 por KO, cinco derrotas e um empate no universo de 24 combate profissionais.

O seu opositor, Júnior Maximus, 34 anos, detém o título de campeão da Alemanha, donde é residente e vem a Cabo Verde com sete combates e sete vitórias (fez o pleno), dos quais quatro por KO.

Boxer francês nascido em 27 de Julho de 1984 em Cannes, Faisal Arrami cresceu entre a Bretanha e Toulon. Depois de alguns anos de prática de Karaté, interessou-se pelo boxe inglês aos 12 anos no bairro de Les Oeillets em Toulon.

Voluntário, perseverante e, acima de tudo determinado, iniciou os combates profissionais aos 21 anos e vem somando títulos nacionais e internacionais na categoria dos pesos pesados como Vencedor do “Tournoi de France”, Vencedor da Copa da Liga, “Triple Champion of France”, Campeão Africano e Campeão Francófono WC.

A prova deste sábado é organizada pela União Africana de Boxe (ABU), que nomeia a equipa de arbitragem e os demais júris, para dirigir o jogo do título africano, enquanto responsável pela parte técnica de todos os combates profissionais.

De acordo com a organização, o artista jamaicano residente nos Estados Unidos da América, I am Stylez, vai actuar nesta noite para animar o espectáculo, sendo que para isto conta com os serviços técnicos de uma equipa especializada proveniente de Dubai, empresa parceira de Green Studio.

A anteceder o Combate Africano do Ano, a Federação Cabo-verdiana de Boxe e a empresa promotora deste evento, a Green Studio, realizam três combates entre pugilistas cabo-verdianos.

Na categoria dos 52quilogramas, Elisandro Silva defronta Admilson Keven, ambos da ilha de Santiago, nos 56 Kg Gerson Rocha, medalha de bronze no Campeonato Africano de 2017 defronta Gerson Varela, da Cidade da Praia, ao passo que nos 64 quilogramas Hernany Gomes, de São Vicente, mede as forças com Carlos Monteiro, da Cidade da Praia.

C/Inforpress

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau