ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Crescimento da economia Cabo-verdiana diminuiu no primeiro trimestre deste ano 01 Julho 2017

A economia cabo-verdiana cresceu 3,6% no primeiro trimestre deste ano, ou seja, menos que os 4,7% do trimestre homólogo e dos 3,8% do último trimestre de 2016, segundo dados divulgados esta sexta-feira,30, pelo Instituto Nacional de Estatística (INECV).

Crescimento da economia Cabo-verdiana diminuiu no primeiro trimestre deste ano

Segundo o INECV, a evolução do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre de 2017 ficou a dever-se ao comportamento positivo de sectores como a indústria transformadora (19,7%), comércio (9,4%), alojamento e restauração (28%) e impostos líquidos de subsídios (9,6%).

O crescimento foi penalizado pelas prestações da agricultura (-14,7%), construção (-7%) e telecomunicações e correios (-7,3%).

O INECV reviu ainda em baixa o crescimento anual de 2016, passando de 3,9% para 3,8%, segundo dados provisórios.

No ano passado, a agricultura, a indústria transformadora, o alojamento e restauração e a administração pública foram os sectores que mais contribuíram para o crescimento da economia, que foi prejudicado pela prestação de sectores como a construção, pescas, indústria extractiva e telecomunicações e correios.

Também hoje o INECV apresentou as contas definitivas de 2015, que revelam um crescimento real do Produto Interno Bruto de 1%, abaixo da estimativa de 1,5% feita com base nas contas trimestrais.

As contas de 2015 revelam que o sector terciário (60,5%) se mantém como o que tem maior peso na economia cabo-verdiana e que os impostos e taxas líquidas de subsídios estão a melhorar a sua comparticipação para o crescimento da economia.

Em 2015, o PIB cabo-verdiano era de 158.699 milhões de escudos (cerca de 1.438 milhões de euros).

C/Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau