SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Criminalidade na Praia e Maio: PN apreende arma de fogo e droga e detém seis passageiros ilegais e condutor que abandona vítima mortal 11 Agosto 2017

A operação da Política Nacional (PN) contra a criminalidade nas ilhas de Santiago e Maio culminou, nos últimos dias, com a detenção de um condutor que abrandou a vítima mortal em Santa Cruz, bem como com a apreensão de armas de fogo e drogas em pó e a recusa da entrada de seis passageiros ilegais no território nacional através do Aeroporto Internacional da Praia.

Criminalidade na Praia e Maio: PN apreende arma de fogo e droga e detém seis passageiros ilegais e condutor que abandona vítima mortal

Segundo acaba de informar a PN, foi através da Direcção de Estrangeiros e Fronteiras (DEF) que apreendeu, entre os dias 06 e 07 de Agosto de 2017, 83 gramas de estupefaciente e duas munições no Aeroporto Internacional da Praia, Nelson Mandela. Esses objectos proibidos estavam na posse de dois cidadãos de nacionalidade cabo-verdiana, que tentavam seguir viagem rumo a Europa. O indivíduo que detinha a droga foi detido e entregue ao Ministério Público. Acrescenta a PN que, ainda nesse mesmo período, a DEF recusou a entrada em território nacional a seis cidadãos, por falta de comprovativos de finalidade de viagem e meios de subsistência inexistentes.

Já em Santa Cruz, na sequência de um acidente de viação ocorrido no dia 08 de Agosto, em Achada Fazenda, a Esquadra local deteve o condutor que abandonou o local do acidente, que vitimou mortalmente uma pessoa. O detido já foi entregue ao MP para apuramento das responsabilidades criminais.

Informa ainda a PN que, nesse mesmo dia, por volta das 04h40 minutos da madrugada, na localidade de Covada, arredores da cidade de Pedra Badejo, a Esquadra local realizou uma operação que culminou na detenção de um indivíduo por posse ilegal de arma de fogo de calibre 6,35mm e ainda uma munição do mesmo calibre.

A Política Nacional indica também que a Esquadra Policial da ilha do Maio realizou operações de combate à criminalidade, que resultaram na detenção de três indivíduos, em que dois deles foram entregues ao Ministério Público e o outro foi para efeitos de identificação. «Esses indivíduos foram detidos por posse de estupefaciente e perturbação a uma Juíza», informa a PN na sua página oficial.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau