ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Desemprego diminui 0,6 pontos percentuais em Cabo Verde 25 Mar�o 2015

O desemprego diminui 0,6 pontos percentuais, baixando de 16,4% para 15,8%, indica o Inquérito Multi-Objectivos Contínuo “Estatística, Emprego e Mercado de Trabalho em 2014”. O levantamento feito pelo Instituto Nacional de Estatística mostra, no entanto, um aumento de pessoas inactivas durante o período de realização deste estudo.

Desemprego diminui 0,6 pontos percentuais em Cabo Verde

O Inquérito mostra que a população activa de Cabo Verde é constituída por 217.158 indivíduos, sendo que 118.609 são homens e 98.468 mulheres. E os desempregados são 34.327, de ambos os sexos. Já a população inactiva é constituída por 157.591 indivíduos. “Consideramos a definição do desemprego em três critérios: não está a trabalhar, procurou emprego e está disponível para trabalhar. Estes são os indivíduos que consideramos na condição de desempregados”, explica o técnico do INE.

Mas há ainda os que não procuram empregos, classificados pelo instituto de “desencorajados”. “São os indivíduos que não procuraram emprego. Temos uma percentagem destes indivíduos que responderam que não há emprego adequado ou disponível para eles”, acrescenta.

Não obstante todas estas situações, o desemprego diminui no país em 2014, relativamente ao ano anterior. “Há uma diminuição do desemprego de 0,6 pontos percentuais. Tínhamos 16,4% em 2013 e agora 15,8%. Os dados sobre a população inactiva revelam que há pessoas que não procuram emprego porque não consideram que exista trabalho de qualidade”, afirma o presidente do INE, António Duarte.

São Vicente e Ribeira Brava são os concelhos do país que registam as quedas mais acentuadas da taxa de desemprego. Em 2013, a ilha do Monte Cara ostentava uma taxa de 22,1%, mas caiu para 13% em 2014. Igual cenário se verificou na Ribeira Brava, que reduziu de 23,7% para 10,8% o seu desemprego. Em situação inversa estão os concelhos da Praia, que aumentou de 15% para 25%, e da Ribeira Grande de Santo Antão, com uma curva ascendente de 10,1% para 27,4%.

Os dados foram recolhidos pelo INE entre os meses de Outubro a Dezembro de 2014, em todos os concelhos do país.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau