ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Destaque do Jornal A Semana nº 1243 12 Agosto 2016

Conselho Superior do Ministério Público mantém Vital Moeda na magistratura do Ministério Público. Eis o destaque da edição do jornal A Semana que chega hoje às bancas. O Conselho Superior do Ministério Público negou o seu pedido de desvinculação do exercício da actividade judicial para poder dedicar-se por completo à sua vida religiosa na CRASDT – Congregação Reformada dos Adventistas do 7º Dia de Tendas –, igreja que esteve no centro de uma acesa polémica por causa da confissão pública de alguns dos seus membros sobre orgias sexuais. A informação de que vai manter-se na magistratura foi confirmada a este semanário pelo próprio Vital Moeda. O procurador alega que “nunca esteve em causa o Vital magistrado, mas sim o Vital religioso” .

Destaque do Jornal A Semana nº 1243

Na actualidade Política, o A Semana diz que fontes críticas do PAICV e analistas da sociedade civil defendem que as eleições autárquicas serão um teste para a liderança do maior partido da oposição. É que começam a circular nas bases possíveis corredores de fundo provenientes das alas Cristina Fontes e Felisberto Vieira para elevar esses dois militantes à liderança do partido, caso a formação tambarinas não obtiver um score satisfatório no pleito de 4 de Setembro. Em tal cenário, a liderança de Janira Hopffer Almada poderá estar em causa. Mas caso o partido conseguir aumentar o número de câmaras no país, Janira começará a sedimentar a confiança dos militantes, analisam as nossas fontes.

Anuncia que o ministro da Economia e Emprego está a ser alvo de fortes críticas vindas de sectores mais radicais do MpD. Em causa está o facto de José Gonçalves ter criado uma comissão composta na sua maioria por quadros do anterior governo do PAICV para elaborar a orgânica do seu ministério. Na sequência de protestos por membros da Comissão Política concelhia do partido no Mindelo, o primeiro-ministro Ulisses Correia e Silva teve que intervir, pedindo explicações a Gonçalves. Mas este esclareceu que na formação da referida comissão levou em consideração apenas a «competência técnica das pessoas».

E ainda Leonesa Fortes que afirma em entrevista: “Candidato-me para impedir que Ribeira Grande perca a sua população jovem ”. A candidata do PAICV à CMRG, de Santo Antão, afiança que volta a entrar na corrida autárquica porque está preocupada com o seu concelho que vem perdendo de uma forma alarmante a camada de população mais jovem. Neste exclusivo Leonesa assevera que, caso vença as eleições, a sua governação aproveitará o potencial do concelho nos sectores da agricultura, pesca, turismo, beleza paisagística, arquitectónica e cultural e garantirá o desenvolvimento sustentado da economia do município.

Chama para a primeira página a notícia de que os ex-proprietários dos terrenos usados para a construção do aeroporto da Boa Vista estão ansiosos por saber qual é o tratamento que o novo Governo vai dar ao problema das indemnizações deixado a meio-percurso pelo Executivo do PAICV. Embora o MpD tenha evitado tocar no assunto durante a campanha eleitoral, nos contactos efectuados nos povoados de Chaves e Rabil, os expropriados que ainda não receberam o valor total da compensação financeira querem saber se o referido caso vai ser resolvido “sem djobi pa lado” e quando.

Caderno Económico Cifrão

O Cifrão diz que as adegas de vinho das marcas CHÃ e Sodade, na ilha do Fogo, estão com dificuldades para receber e processar a farta produção de uva deste ano. Por isso, grande quantidade de uva corre o risco de apodrecer no campo. A adega da marca CHÃ aguarda a chegada de equipamentos para a instalação de uma unidade provisória com maior capacidade. Já o presidente da Associação de viticultores de Achada Grande-Relva, que produz a marca Sodade, há “discriminação” por parte do Governo, que os abandona à sua sorte ao decidir instalar apenas uma adega provisória na zona de Chã. Perspectiva-se também uma baixa na produção de vinho nas duas adegas. Repete-se o cenário na de “Maria Chaves”.

Merece também destaque a notícia de que no Sal e na Boa Vista, as duas ilhas do arquipélago mais vocacionadas para o turismo, operadores e instituições do sector denunciam aquilo que consideram ser a fuga ao pagamento das taxas turísticas e outros impostos. Com essa evasão fiscal, o Estado de Cabo Verde perde elevadas somas de dinheiro.

É manchete a nova reforma fiscal do Código do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas (CIR-PC) que tem levado as empresas nacionais a situações de sufoco de tesouraria e acumulação de dívidas perante o Fisco. Para operadores económicos, um dos grandes problemas deste CIR-PC é que veio a agravar a forma como se pagava os impostos, além de ter sido uma “reforma complexa” do ponto de vista legal e das novas regras introduzidas.

Fala também da comunidade de Lagoa, Planalto Leste, Santo Antão, que está contemplada pelo projecto de unificação, extensão e modernização do sistema eléctrico da ilha das montanhas. Os trabalhos estão avançados e espera-se que, ainda este mês, aquela localidade passe a usufruir de energia eléctrica as 24 horas do dia. Os moradores aguardam ansiosamente a chegada da energia eléctrica, com a qual a zona dará passos gigantes para o seu desenvolvimento.

Caderno Cultural “Kriolidadi”

Anuncia que está tudo a postos para a 32ª edição do festival internacional da Baía das Gatas que arranca esta sexta-feira, 12.Tal como no ano passado a maratona musical de três dias é marcada por uma “forte presença” de artistas nacionais. Muita expectativa rodeia esta edição que terá Vasco Martins na abertura e no encerramento a música reggae do alemão Gentleman. Os hotéis e as pensões da ilha falam em taxas de ocupação aquém das expectativas, contrariamente aos anos anteriores. Mas ainda têm esperança de ter melhor procura nos dois últimos dias do festival - sábado e domingo.

E apresenta a cantora mindelense Shia que acaba de lançar no mercado os singles intitulados ’Amor e dor’ e ’Baloi d’venda’. Os dois farão parte do seu primeiro CD ainda em fase de preparação, que será essencialmente dedicado à música tradicional cabo-verdiana. Sem erguer muito o véu sobre o seu primeiro trabalho discográfico, Shia relata as dificuldades que enfrenta para gravar. É que sem os apoios financeiros necessários é difícil entrar em estúdio para editar um disco com 10 faixas musicais, pois os custos são elevados.

Caderno Desportivo “Lance”

Diz que a velocista Lidiane Lopes vai tentar bater o seu recorde pessoal nos 100 metros hoje, sexta-feira, na sua estreia nos Jogos Olímpicos. A atleta cabo-verdiana acredita que pode superar a sua marca nacional –, que é de 12,43 segundos – no Estádio Olímpico do Engenhão, Rio de Janeiro. Para Júlio Nagana, seleccionador nacional de atletismo, este é o objectivo “possível neste momento para Lidiane”.

Noticia também que a Federação Cabo-Verdiana de Karaté já começou os preparativos visando o apuramento de Cabo Verde para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. Este plano nasce após o Comité Olímpico Internacional (COI) ter anunciado a inclusão desta arte marcial na lista das modalidades presentes na próxima edição. O presidente da FCK, João Correia, vê com bons olhos a decisão, pois considera que são novas portas que se abrem para a modalidade.

Radar-Página 7

Com muitas novidades e humor, com destaque para o Presidente da República substituto em campanha para as autárquias.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau