ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Destaques do Jornal A Semana 1150 28 Junho 2014

Senha de presença para CA da AN agita Deputados é o título de maior destaque no A Semana que chega hoje às bancas. Os corredores do parlamento andam agitados por estes dias: os deputados nacionais clamam alto contra o Conselho da Administração (CA) da Assembleia Nacional (AN) que resolveu instituir senhas de presença de sete mil escudos para as reuniões dos seus seis membros. Inusitado? Um deputado bem posicionado diz tratar-se de uma medida ilegal porque não está prevista na Lei nº 35/V/97, que define o estatuto dos deputados. Mais: a verba, que pode significar um encargo financeiro na ordem dos 500 a mil contos anuais, nem sequer consta do Orçamento Privativo da AN para 2014.

Destaques do Jornal A Semana 1150

Casa para Todos: Seleccionados criticam tamanho e preço das residências, também faz manchete nesta edição. A alegria de muitos seleccionados do programa “Casa para Todos” minguou e está a virar desilusão. É o que está acontecer com muitos dos sorteados com apartamentos em Palmarejo Grande: agora dizem-se defraudados com o tamanho e a qualidade da obra. Outros, desiludiram-se frente aos juros que têm de pagar para amortizar o empréstimo em 15, 20 anos. O coordenador do programa, Hélder Almeida, desdramatiza o caso, diz que são poucos os que desistiram por causa do tamanho ou qualidade dos apartamentos, embora reconheça que o empreendimento de Palmarejo Grande, por ser o primeiro a ser construído, não tenha sido o "melhor projecto".

Também na política anuncia-se que o primeiro congresso da UCID em Santiago está marcado para o ano de 2016. E ainda: PAICV de São Filipe (Fogo) procura consenso entre Alindo Brandão e Luís Nunes.
António “Patone” Lobo acusa o primeiro-ministro de dificultar o processo da criação do município de Santa Maria é outro destaque de primeira página. “Não há outra hipótese, se não elevar a cidade turística à categoria de município. E tem de ser este ano”, afirma o presidente da Associação para a Criação do Município de Santa Maria (ACMSM). Se assim acontecer, o próximo futuro município mais novo de Cabo Verde estará apto a participar nas eleições autárquicas de 2016. “Exigimos isso do Governo”, sublinha António "Patone" Lobo, impaciente com a “relutância e falta de vontade política do primeiro-ministro de Cabo Verde”, José Maria Neves.

Cifrão tira como manchete a Adesão de Cabo Verde ao Foreign Account Tax Compliance Act (FATCA) até 30 de Junho, lei que entrou em vigor nos EUA em Janeiro deste ano, para combater a evasão fiscal feita através de mecanismos off-shore por parte de contribuintes americanos. Para o efeito, a Equipa de Negociação vai propor ao Executivo cabo-verdiano um acordo bilateral com o governo americano. É o denominado Intergovernmental Agreement – IGA, que deverá ser assinado na mesma data. INE apresenta resultados do inquérito Governação, Paz e Segurança na ONU, mais um assunto de destaque no caderno económico. Cabo Verde foi chamado para apresentar em Setembro, nas Nações Unidas, a sua experiência bem-sucedida no Inquérito sobre Governação, Paz e Segurança (SHaSA-GPS).

Governo simplifica legislação para melhorar competitividade, outro título de destaque no Cifrão. Os novos códigos tributários – Código Geral Tributário, de Processo Tributário e de Execução Tributária – entram em vigor na próxima terça-feira. A grande novidade é que passa a incluir os pequenos operadores económicos no sistema. Sobre esta matéria escreve-se, ainda, que Sérgio Vasques lança o livro “Legislação Fiscal de Cabo Verde”. O caderno económico tira um assunto polémico: Ex-trabalhadores da Cabocem apresentam queixa à OACV contra advogado Armindo Gomes. Acusam o causídico de agir de má fé ao não avançar com o processo de penhora dos bens da empresa, prejudicando-os financeiramente. Daí estarem a cogitar se devem avançar para o Tribunal com uma queixa contra o advogado, por danos morais.

O “Regresso ao elemento natural” de Gilyto enche a capa do Kriolidade. Um CD duplo com duas músicas novas e 25 temas (entre funanás e kizombas) editados ao longo dos 15 anos de carreira de Gilyto chegou ao mercado esta quinta-feira. No dia 5 de Julho, o músico realiza o seu primeiro concerto desta nova fase na cidade de Nice (França). Segue-se, lá mais para o fim do ano, o lançamento de um álbum de originais. É o regresso em grande de Gilyto ao seu elemento natural, após quatro anos arredado dos palcos e das gravadoras para abraçar outros projectos musicais como CVMA e Talentu Strela. Sobre música anuncia-se ainda a chegada em breve de “Origem”, o primeiro trabalho discográfico do rapper Dave Seveige. A I Feira Infantil Brincaderas di Rua, é outra notícia de destaque no caderno cultural, um evento que quer reconquistar as crianças da Praia para um jeito de brincar que tanto diverte como educa, além de custar pouco dinheiro.

Treinadores de São Vicente insatisfeitos com a Federação Cabo-verdiana de Andebol. Acusam a entidade de ser parcial na escolha dos jogadores pré-selecionados para integrar as Sub-17 e Sub-20 (masculino e feminino) de Cabo Verde. É que de um total de 62 jogadores convocados para as três Selecções, 49 são de Santiago e os restantes 13 de S. Vicente e Santo Antão. Uma disparidade que consideram anormal, até porque sentem que o processo esteve viciado desde o início. Romário Gonçalves leva bandeira de Cabo Verde ao Burkina-Faso, no encontro internacional de atletismo de juniores da Zona 2 que arranca na terça-feira, 1 de Julho, em Ouagadougou escreve-se ainda no caderno desportivo. É a estreia do atleta cabo-verdiano num torneio de alto nível e ele ambiciona já o máximo: Romário busca o ouro nos 400 metros. Ainda sobre atletismo Fogo leva dez atletas ao campeonato nacional, a ter lugar no Estádio Municipal "Marcelo Leitão" na cidade de Espargos, ilha do Sal, de 12 a 13 de Julho.

Valdir Reis com um pé fora da selecção de vólei é outro assunto que preenche o caderno do desporto. O capitão está a pensar abandonar a selecção de voleibol de Cabo Verde, por discordar da forma como a federação geriu o conflito com o selecionador italiano Luca Privitera, demitido do comando técnico dos “Tubarões Voadores” a meio dos jogos de qualificação para o mundial. Não deixe de ler ainda: Joceline Costa “ataca” Jogos Olímpicos da Juventude. A adolescente de 16 anos, é a nova aposta do Taekwondo cabo-verdiano. Com apenas seis meses de contacto com essa arte marcial, a jovem atleta despertou a atenção do mestre Joe Pina e está a treinar sob a orientação do suíço Cedric Barras e do professor Gilson Rodrigues para representar Cabo Verde nos próximos Jogos Olímpicos da Juventude.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau