ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Destaques do Jornal A Semana nº 1163 21 Novembro 2014

A manchete nesta edição do A Semana faz-se de uma pergunta que não quer calar: a origem dos recursos com que os três concorrentes à sucessão de José Maria Neves, enquanto líder do PAICV, estão a custear a campanha mais estrondosa e demorada na história das eleições internas do partido. Mas também com as respostas de Janira Hopffer Almada, Felisberto Vieira e Cristina Fontes que, em nome da transparência reconhecem algum exagero nessa cruzada. Mas cada um à sua maneira vai dando as suas explicações para o dinheiro que vão ostentando nas suas campanhas, desde crédito bancário até contribuições voluntárias dos militantes. Mas esta reportagem política tem muito mais, inclusive como esses aspirantes ao poder em Cabo Verde avaliam a prática política dos seus adversários no momento em que todos ensaiam o sprint final, antes da data imposta pela Comissão Juridiiscional para a formalização das assinaturas -30 de Novembro - que Filú pretende antecipar entregando o seu projecto na próxima sexta-feira, 28 de Novembro.

Destaques do Jornal A Semana nº 1163

Outro destaque: a partir de 1 de Dezembro, os funcionários em regime de carreira, de emprego e o pessoal dirigente de nível intermédio, bem como os serviços públicos, começam a ser avaliados com critérios modernos e mais consoantes com as exigências de um país que há muito mostrou que quer mais empenho e melhores respostas da sua máquina pública. É o Sistema de Avaliação de Desempenho da Administração Pública (AVD) que entra em acção, para "conferir mais justiça, valorizar a meritocracia e estimular o trabalhador a esforçar-se para cumprir os objectivos”. O AVD passa também a submeter a “exame” os dirigentes dos diferentes serviços, pelo que as responsabilidades passem a ser partilhadas.

O jornal informa ainda que o Governo vai realizar nos dias 2 e 3 de Dezembro, na Praia, a Cimeira sobre a Regionalização com vista a encontrar caminhos para descentralizar o Estado e desenvolver as ilhas de forma equilibrada. O evento reunirá um naipe de conferencistas nacionais e estrangeiros de vários quadrantes políticos e académicos. Mas o destaque vai para duas figuras: o professor Freitas de Amaral, de Portugal, e o cientista social Onésimo Silveira, um dos fundadores do Grupo de Reflexão sobre a Regionalização em S.Vicente.

No social, merece honra de primeira página a notícia de que José “Zito” Sequeira, ex-elemento da organização dos Cabo Verde Music Awards (CVMA), está preso em Lisboa, Portugal. Zito terá sido surpreendido com cerca de meio quilo de droga pesada (não se sabe se cocaína ou heroína) dentro do seu carro, depois de ser parado no trânsito pela polícia portuguesa. Gilyto Semedo, o mentor dos CVMA, lamenta o sucedido pela amizade que nutre por Zito, mas deixa claro que a organização do certame ”não compactua com este tipo de acto”.

No Caderno Econômico Cifrão, a Secretária Adjunta da Ministra das Finanças antecipa as novidades e prioridades do Orçamento Geral do Estado para 2015, às vésperas do início do debate que vai dominar a sessão parlamentar de Novembro, com início na próxima segunda-feira. Esana Carvalho anuncia, por exemplo, que o OGE 2015 aumenta a dotação orçamental para o sector privado, numa altura em que se está a reduzir de forma gradual o programa de investimento público.

O economista Carlos Furtado acaba de ser nomeado Director-Geral de Tesouro, em substituição de Esana Carvalho que ascendeu ao cargo de Secretária Adjunta da Ministra das Finanças e Planeamento. Os ventos de mudança chegam também a sete repartições concelhias aduaneiras, que vão trocar de chefia. Já o aposentado Director-Geral das Alfândegas, Marino Andrade, viu a sua comissão de serviço renovada por mais um ano.

No campo da polémica, a informação de que uma desinteligência com o regulador penaliza a CVMóvel, impede empresa de comunicações móveis de fornecer o serviço VoIP (Voice over Internet Protocol), um ano e nove meses depois da empresa ter submetido o seu pedido à Agência Nacional das Comunicações. A ANAC recusa discutir esta questão na comunicação social, mas a CVT diz que a falta de resposta da agência está a prejudicar seus negócios e clientes.

O Lance revela que a regata ARC+ invadiu Mindelo com 50 veleiros e 213 tripulantes. Os iates, alguns de luxo, entraram no Porto Grande em grupos e, em menos de vinte e quatro horas, ocuparam os braços flutuantes da Marina do Mindelo - uma infraestrutura turística com capacidade para receber 125 embarcações de recreio. No Fogo, os árbitros pedem a demissão de Nelson Barbosa mal iniciou a época futebolística, enquanto que em São Vicente termina a colocação da relva ofertada pela Fifa à Federação Cabo-verdiana de Futebol que vai qualificar a cidade do Mindelo para receber jogos dos “Tubarões Azuis”.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau