ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Destaques do Jornal A Semana nº 1166 12 Dezembro 2014

Numa altura em que se comemora o Dia Internacional dos Direitos Humanos, A Semana resolveu dar voz aos que normalmente não a têm porque o status quo acha que o preso perdeu todos os seus direitos. Mas para contrariar essa ideia, A Semana destaca nesta edição uma entrevista com Lígia Furtado, a mulher presa por tráfico de droga que esteve nas manchetes de todos os órgãos nacionais da Comunicação Social mas que nunca conseguiu dar a sua versão dos acontecimentos em que aparece como protagonista. Este semanário foi buscar esta reclusa na Cadeia da Ribeirinha para que pudesse falar à sociedade que a condenou a 17 anos de prisão. Lígia Furtado fala na primeira pessoa, sete anos depois de ser condenada por narcotráfico. Confira tudo na grande entrevista que vai hoje para as ruas.

Destaques do Jornal A Semana nº 1166

Na Política, o jornal antecipa as Directas deste Domingo e o Congresso Extraordinário do PAICV, dois actos políticos que vão ditar os rumos do partido nos próximos tempos: escolher um novo líder e eleger os 298 delegados – uma parte dos 515 – ao congresso extraordinário marcado para Janeiro de 2015.

É ainda notícia a denúncia do deputado do Grupo Independente da Mudança e Consolidação das Cidades no Sal, António Moreno, que acusa o grupo que suporta politicamente a Câmara Municipal do Sal, com o beneplácito da Mesa da Assembleia Municipal, de subverter a ordem democrática. Segundo este deputado, ele foi banido da sua bancada e impedido de ocupar o seu lugar na bancada da maioria por ter ousado discordar do seu grupo no tocante à profissionalização de vereadores.

No Social, os trabalhadores da Electra insurgem-se contra o corte da assistência médica personalizada de que usufruem há mais de 16 anos. A Electra diz que a instituição está apenas a fazer um compasso de espera para estudar a hipótese de implementar a medicina do trabalho.

A edição que chega hoje as bancas traz ainda a notícia de um preso em greve de fome na Cadeia de São Martinho. Ivan Alex “Kinito” da Rosa, preso por homicídio, protesta contra a direcção do estabelecimento prisional, que não terá respeitado o despacho do ex-director-geral dos Serviços Penitenciários e Reinserção Social, Jacob Vicente, autorizando a sua transferência para o Sal. A União Europeia financia informatização do Hospital Baptista de Sousa é outro destaque.

No Suplemento Cifrão faz manchete o Acordo de Investimento entre o Governo e a Sociedade AquaMaio, empresa que vai criar 1.500 postos de trabalho directos no Maio. Merece destaque também a notícia de que Cabo Verde está a registar uma retoma gradual de investimentos, desta vez num clima mais realista e de menos euforia.

Num outro registo, a Ministra do Turismo, Investimentos e Desenvolvimento Empresarial, Leonesa Fortes, promete nomear inspector-geral do IGAE nos próximos dias, seis meses depois da saída de Vlademir Silva da Direcção Geral da Inspecção das Actividades Económicas.

Na Ribeira da Barca é notícia o projecto “Di Terra” que, além de dar emprego às gentes da região, está a recuperar uma tradição antiga: produção de azeite de purga e derivados, e outros produtos de uso medicinal e que são comuns no interior de Santiago.

Kriolidade faz-se com o testemunho poético de uma Chã das Caldeiras que é passado. Trata-se do livro “Coração de Lava", de José Luís Tavares, que vai ser apresentado este sábado, na cidade da Praia. Outra notícia: Aos 80 anos Djosinha lança Best Of e promete disco de originais para 2015. O CD abarca três décadas e possui 14 músicas.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau