ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Destaques do Jornal A Semana nº 1170 17 Janeiro 2015

A manchete da edição do A Semana que chega hoje às bancas faz-se com a notícia de que o Estado pode pagar “altas indemnizações” a expropriados da independência, no quadro da Lei da Reconciliação Nacional. Um escritório jurídico português, que representa um grupo de particulares e empresas, já está a negociar com o Estado de Cabo Verde, mas as partes ainda não chegaram a acordo.

Destaques do Jornal A Semana nº 1170

A rubrica política retoma o polémico congresso da Juventude do PAICV realizado no último fim-de-semana, com algumas concelhias a acusarem o Conselho Nacional da JPAI de rasgar o seu estatuto para poder eleger delegados para o XVI Congresso tambarina, marcado para os dias 24 e 25 deste mês. Num outro registo, anuncia que o MpD faz duas festas da democracia nos EUA e acirra divisão interna: a primeira aconteceu no último sábado, 10, e a segunda está agendada para hoje, 17. De um lado está a ala de deputados liderada por Cândido Rodrigues, que convidou personalidades de todos os partidos políticos, MpD, PAICV e UCID. Já do outro lado encontra-se o grupo da Comissão Política liderada por Montrond, que festeja este sábado com a presença do presidente do partido, Ulisses Correia e Silva.

Francisco Tavares está disposto a rediscutir o orçamento e plano de actividades de 2015 com o PAICV. O edil de Santa Catarina não tem dúvidas de que os deputados do PAICV “agiram de má-fé” ao votar contra o orçamento, pois "não leram o documento" e só tiveram um único fito: "criar dificuldades à Câmara”. Mas o edil acredita que tanto a situação como a oposição ainda estão a tempo de arrepiar caminho, daí mostrar-se disponível para “sentar e discutir o orçamento com a bancada que é maioria na Assembleia Municipal (PAICV), no sentido de fazer as alterações necessárias” para que Santa Catarina tenha um orçamento e um plano de actividades em 2015 – um ano difícil devido ao mau ano agrícola.

A política faz-se ainda com a notícia de que o MpD-Brava está dividido entre Balla e David Gomes para as autárquicas de 2016. Frente à eventualidade cada vez mais consistente de Orlando Balla não se candidatar a um segundo mandato à frente da Câmara Municipal da Brava, as bases do MpD na ilha já preparam o nome de David Gomes, actual presidente da Assembleia Municipal, para avançar como candidato às autárquicas de 2016. "Ainda é cedo para tomar uma decisão", responde Gomes quando abordado sobre o assunto. Entretanto, fontes de A Semana garantem que a procissão de Gomes já vai adiantada, inclusive conta com o apoio expresso do actual edil, que dificilmente enfrentará um segundo mandato na Brava.

A Semana chama também para a primeira página a batalha jurídica entre Kay Brosman e Lutz Meyer-Schell pelo controlo da Marina do Mindelo, que pode durar anos e “afundar” este empreendimento turístico da baía do Porto Grande. Já no Social, noticia que o crime organizado obriga a mexidas na Guarda do Primeiro-Ministro e nas Unidades Especiais. A Guarda Pessoal do chefe do executivo e as Unidades Especiais da Polícia Nacional têm novos comandantes. São eles Teotónio Furtado e Pedro Sanches, quadros experientes, com mais de 20 anos de serviço, para reforçar a segurança das altas figuras do Estado. O Jornal revisita o caso dos Correios de Cabo Verde, agora com a PCA Alita Dias a defender que é preciso travar calúnias e suspeições infundadas.

Kriolidade anuncia a dança cabo-verdiana no nordeste do Brasil. Djam Project, Fidjus di Bibinha Cabral, Cabo Verde Ballet e Raiz di Polon realizam espectáculos no Ceará, de 30 de Janeiro a 3 de Fevereiro. São quatro apresentações para mostrar ao público e bailarinos cearenses a estética da dança cabo-verdiana, que vai da tradicional à urbana passando pela contemporânea. Da Brava chega a notícia de que bravenses estão a acusar a Câmara de rasgar estatuto de Nova Sintra Património Nacional. O upgrade que a Câmara Municipal está a dar ao tecido urbano da capital do município não agradou muitos bravenses, para quem essas obras são um atentado ao estatuto que distingue Nova Sintra como Património Nacional.

No Lance, o internacional Rony, do Folas C.S. de Luxemburgo, aposta todas as suas fichas nos “Tubarões Azuis”, na véspera da nossa estreia no CAN frente à formação da Tunísia. Para o ex-camisola 17 da selecção, Cabo Verde é uma equipa a ser temida e uma vitória é um passo crucial para ultrapassar a fase de grupos. Este suplemento desportivo confirma ainda que Cabo Verde vai receber primeira etapa do American Windsurfing Tour, que acontece de 24 de Fevereiro a 8 de Março.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau