ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Destaques do Jornal A Semana nº 1171 23 Janeiro 2015

Na Semana da República, em que se celebra o 13 e o 20 de Janeiro, duas datas importantes para a história recente do país, A Semana chama para manchete o documento confidencial do Departamento de Estado dos EUA publicado no Wikileaks que vem repor a verdade sobre o processo que levou à Independência de Cabo Verde. O documento diz que o referendo de 30 de Junho de 1975 que elegeu a Assembleia Constituinte que proclamou a independência de Cabo Verde decorreu sem qualquer caso de “monopólio legal no direito de concorrer às eleições ou opressão política por parte do então partido único, o PAIGC. Cai assim por terra a tese então defendida por dirigentes da União Democrática de Cabo Verde (UDC) e União do Povo das Ilhas de Cabo Verde (UPICV) de que houve «milhares de presos políticos», durante a fase de transição para a independência do país.

Destaques do Jornal A Semana nº 1171

Esta edição anuncia ainda que Patrício Varela, magistrado do Ministério Público no Tribunal da Praia, é o novo director nacional da Polícia Judiciária. O ministro da Justiça e o Chefe do Governo vêem no Procurador a personalidade de "pulso forte" que a polícia científica necessita para combater o crime organizado e transnacional que busca assentar arraiais no país. É a primeira de outras mudanças que José Maria Neves anunciou no seu discurso de apresentação de cumprimentos de Ano Novo ao Presidente da República, e que vão abranger os Serviços de Informação da República, o Conselho de Segurança Nacional, o Sistema Prisional e o Serviço de Fronteiras.

A rubrica política abre-se com o XIV Congresso do PAICV que arranca este sábado. Os trabalhos ainda não começaram mas anuncia-se grandes tempestades no reino tambarina. É que só esta semana deram entrada três impugnações no Conselho Superior de Jurisdição e Fiscalização: uma para impedir a realização da conferência da Federação das Mulheres; outra interposta pela Concelhia da JPAI-Praia pedindo a anulação do Congresso Extraordinário da Juventude Tambarina; e outra contestando a substituição por parte da candidatura de Felisberto Vieira de dois delegados dos Mosteiros, por suspeita de que terão bandeado para os lados da líder recém-eleita.

Em águas mais tranquilas, a UCID lança candidatos para as Autárquicas de 2016, em Santiago. O professor universitário e vice-presidente do partido Júlio de Carvalho pretende concorrer à Câmara Municipal da Praia, enquanto para Santa Catarina o grande trunfo pode ser o jovem mestre em Administração Publica, Adilson Monteiro. Em exclusivo ao A Semana, o vice-presidente Júlio de Carvalho avança ainda que o seu partido está a estudar a possibilidade de lançar candidaturas em todos os concelhos do país, "para estar cada vez mais próximo dos cabo-verdianos".

A reportagem entra no sector da Justiça, onde a boa nova é que a informatização dos milhares de processos-crime nas Procuradorias da Praia e do Mindelo está na recta final, mas o uso corrente do Sistema Informático da Justiça pelos magistrados, advogados e funcionários está a depender da criação de uma assinatura digital segura para a tramitação electrónica.

O Cifrão avança que os accionistas da Cabo Verde Telecom reúnem-se daqui a uma semana num dos hotéis da cidade da Praia para eleger o novo Conselho de Administração e redesenhar o figurino da empresa. Isto, quase dois meses depois de o Estado de Cabo Verde denunciar a parceria estratégica com a Portugal Telecom (PT). Todos os accionistas vão estar presentes, inclusive a brasileira Oi, actual dona de 40% das acções da CVT por conta da fusão com a Portugal Telecom.

Ainda no capítulo económico a notícia de que Cabo Verde vai levar empresários do sector da economia marítima à feira internacional de Paris. É primeira participação de Cabo Verde numa feira ligada a negócios do mar e está a ser vista como um sinal de que o Núcleo Operacional do Cluster do Mar (NOCMAR) começa a mexer-se para encontrar no mar e na nossa posição estratégica no Atlântico a porta grande para um mercado que nos coloca nas rotas do mundo.

Um novo escândalo volta a abalar a empresa de segurança industrial e Comercial Silmac. Depois de um desvio de 12 mil contos detectado em 2012, agora o próprio director-geral Yazalde Fortes foi suspenso por suspeita de “descaminho aduaneiro” na importação de materiais pirotécnicos.

Kriolidade faz-se com Élida Almeida, um caso raro no mundo da música. No seu primeiro disco a jovem apresenta um repertório em que nove das 12 músicas são da sua autoria. Uma ousadia cujos bons frutos está a colher. Ora Doci Ora Margos, com direcção artística de Hernâni Almeida, é um disco que, embora arrojado nos arranjos – um misto de pop, blues, folk e música tradicional de Cabo Verde –, se mantém simples para deixar brilhar o timbre ligeiramente grave, mas doce e cristalino, com que Élida canta estórias, revelando a sua fina sensibilidade.

Lance informa que foram “modestos” os resultados alcançados pelos surfistas cabo-verdianos Robertney e Kabungo na primeira etapa do West Africa Surf Tour, disputada em Marrocos, no passado fim-de-semana. A melhor qualificação foi conseguida por Robertney, que atingiu a sétima posição. Já Kabungo quedou-se pelo 17º lugar, o que lhe retirou todas as possibilidades de sonhar com o pódio deste tour, que envolve atletas de Cabo Verde, Marrocos, Senegal e Costa do Marfim.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau