ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Destaques do Jornal A Semana nº 1204 13 Novembro 2015

A edição do A Semana que chega hoje às bancas analisa uma carta que o deputado nacional Humberto Cardoso escreveu ao presidente do partido, com cópia ao líder do Grupo Parlamentar, onde questiona os sinais de alguma tensão no seio do MpD que têm tomado a forma de ataques desferidos contra os chamados ‘veiguistas’ ou contra o próprio Carlos Veiga. Insurge-se contra aquilo que considera ser tentativa interna de o afastar e de marginalizar certas figuras importantes do processo de constituição das listas para as legislativas de 2016 e o culto do paroquialismo, que se traduz na absorção do discurso regionalista de Onésimo Silveira e na hostilidade de dirigentes locais contra os nacionais residentes na Praia. Ulisses Correia e Silva avança que «o MpD está focado na preparação da sua vitória nas eleições de 2016» e avisa que está determinado a «promover uma profunda renovação das listas, garantindo a abertura do partido à sociedade civil».

Destaques do Jornal A Semana nº 1204

Na Política revela que o processo de penhora dos bens dos ex-presidentes da Câmara Municipal de S.Vicente Isaura Gomes e João José Faria e seus 13 vereadores, prevista para o final de Novembro segue para o Supremo Tribunal da Justiça (STJ). É que o Tribunal Fiscal e Aduaneiro de Barlavento (TFAB) negou o recurso interposto pelos notificados, que teriam de pagar uma dívida de 873 contos feita em 2004 sem o visto prévio do Tribunal de Contas (TC), por considerar que a matéria não é da sua competência.

Ainda que a vice-reitora da Universidade de Cabo Verde, Dora Oriana Pires, está a ser empurrada por militantes e também por alguns membros da direcção da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID) para se candidatar à Câmara de S.Vicente nas autárquicas de 2016. Confrontada por A Semana, Dora Pires passou a bola para o presidente do partido, António Monteiro, com quem foi impossível chegar à fala.

O Jornal traz uma reportagem onde revela que o Instituto de Estradas vai investir 152 milhões CVE para reparar os estragos provocados nas estradas nacionais por chuvas e ventos fortes. Intempéries estas causadas sobretudo pela passagem do furação “Fred”, que se abateu sobre quase todas as ilhas, mas também devido às precipitações registadas no mês de Setembro. Esta informação foi avançada num exclusivo ao A Semana pelo presidente do IE, Manuel Carvalho.

Especial Tartarugas

Em um Suplemento Especial o convite é para uma viagem às tartarugas e aos passeios de barcos para ver os shows das baleias, uma aventura que rende milhares de euros, mas que está a ser criticada pela população da ilha da Boa Vista. Mergulha nas disputas entre as Ongs que exploram estas actividades e as comunidades por causa das receitas, tenta entender o polémico recurso aos militares para proteger estas praias e o confronto com os jovens e os apanhadores de tartarugas, que se sentem desprotegidos. Esmiúça as falhas no cumprimento dos acordos por parte das Canárias e Cabo Verde, destaca o exemplo de uma associação e a história de um ex-apanhador que se tornou protetor. Apesar de tudo isso, esta é uma experiência que vale a pena fazer pelo menos uma vez na vida, segundo os turistas.

No Social, conta a história de mulheres flagradas a introduzir padjinha na Cadeia Central da Praia, através de um meio de transporte pouco convencional: a vagina. O facto é relatado ao A Semana por uma fonte judicial, que revela ter sido identificada uma rede feminina de “correios” que conta com os namorados reclusos para vender o produto dentro da cadeia. O director da cadeia confirma a informação e louva o trabalho dos agentes prisionais que têm estado a apreender a droga.

Conta que o Ministério Público pediu uma pena nunca inferior a dezoito anos de prisão para os seis arguidos do processo Perla Negra e que os bens móveis e imóveis apreendidos aos acusados sejam declarados perdidos a favor do Estado. Nas suas alegações finais, o MP considerou que os factos constantes da acusação foram provados no julgamento e defendeu a condenação dos visados pelos crimes de associação criminosa, tráfico de alto risco, lavagem de capitais e posse de armas.

Diz ainda que o empresário português Carlos Marques, dono da padaria Pão Quente no Mindelo foi atacado por quatro encapuzados, que o obrigaram a entregar o dinheiro que trazia consigo, sob ameaça de uma faca. Os assaltantes rodearam a vítima quando esta estava prestes a entrar na sua viatura, colocaram-lhe uma faca ao pescoço e ordenaram-lhe que entregasse todo o valor que tinha nos bolsos.

Kriolidade

O caderno kriolidade anuncia que “Herança”, o mais novo álbum de Lura chega ao palco da Academia Jotamont esta sexta-feira. De São Vicente, a cantora segue para o Auditório Nacional na cidade da Praia, onde vai apresentar o disco este sábado. Na próxima quinta-feira, Lura estará no Cine Teatro ASA, na ilha do Sal. Trata-se de um álbum que explora as várias facetas do batuque, do funaná e da morna mas que, ao mesmo tempo, revela a essência multicultural da nossa música. Diz que neste novo trabalho Lura bebe de várias fontes - da África ao Brasil e Europa - e se reinventa para cantar a herança deste povo que nasceu no meio do Atlântico, fruto de um cruzamento de culturas.

A reportagem é sobre o Rock, um género musical que está a conquistar um espaço na senda musical de cabo-verdiano. Estilo que gira em torno da guitarra eléctrica e surgiu nos EUA no final dos anos quarenta e início dos cinquenta – inspirado nas raízes musicais afro-americanas como o country, blues, R&B e gospel, – mas é cada vez mais assumido por bandas de jovens que surgem um pouco por todo o Cabo Verde. Faltam apoios e espaços para os grupos divulgarem os seus trabalhos mas, apesar do mercado ser pequeno, a paixão pelo rock supera tudo.

Lance

No desporto, o jornal noticia que o Campeonato Regional de Futebol em Santiago-Sul (CRFSS) arranca esta sexta-feira, 13, e logo na primeira jornada coloca frente à frente dois históricos do nosso futebol – Boavista e Travadores. Os axadrezados, sob o comando técnico de Joel de Castro, partem como principais candidatos ao título. No entanto, nesta corrida terão a concorrência do renovado Sporting da Praia.

Traz a história do jovem Jordin Andrade, filho de cabo-verdianos residentes nos Estados Unidos que sonha representar Cabo Verde nos Jogos Olímpicos do Rio2016 na prova dos 400 metros com barreiras, a sua especialidade. O atleta, formado em Ciências do Ambiente pela Boise State University, está a cumprir um intensivo programa de treinos para chegar à competição na sua melhor forma. O objectivo passa por conquistar uma medalha para orgulhar a família e os cabo-verdianos.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau