ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Destaques do Jornal nº 1188 22 Maio 2015

Os políticos, advogados e contabilistas estão na mira das autoridades. Eis a reportagem de destaque desta edição do A Semana, que revela que o Governo vai submeter nos próximos dias ao Parlamento o projecto de proposta de lei que estabelece medidas para prevenir e reprimir o crime de lavagem de capitais, bens, direitos, valores, terrorismo e o seu financiamento. O diploma, que vai endurecer os dispositivos legais já existentes, é uma resposta do Estado de Cabo Verde ao crime organizado transnacional que se insinua entre nós como uma ameaça sempre imprevisível para a segurança nacional e a economia.

Destaques do Jornal nº 1188

O jornal chama para actualidade a manifestação que acontece hoje na Boa Vista, promovida pelo movimento “Avante Bubista”, contra a especulação imobiliária. A gota de água que fez transbordar o copo foi o anúncio da venda e posterior demolição do Polivalente Manuel da Cruz, que fica entre a Praia de Diante e a Praia de Estoril, em Sal-Rei. O líder do movimento, Juary Livramento, diz que o protesto é para acabar com essa "barbaridade" praticada pela Câmara de José Pinto Almeida - um desrespeito à memória do atleta Manuel da Cruz, seu tio, e da população.

Marca ainda a actualidade nacional, a expulsão da ex-Procuradora do Tarrafal de Santiago, Francisca Mascarenhas, do Ministério Público na sequência de um processo disciplinar mandado instaurar pelo Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) no ano passado. Ficou provado que a magistrada esbofeteou um agente prisional quando este a impediu de namorar um recluso dentro da cadeia de São Martinho, durante o horário de visita. O CSMP considerou que o comportamento da magistrada “lesou o bom nome, a honra e a dignidade dessa instituição”.

Merece igualmente destaque a notícia de que as grávidas querem que o preço para exames de ecografia seja o mesmo em todos os hospitais e centros de saúde do país. É que não entendem os motivos para que esses exames tenham preços diferenciados em cada concelho, “como se de um país diferente se tratasse”. Por essa razão, pedem ao Ministério da Saúde para rever a situação. Mecilde Costa, inspectora-geral da Saúde, reconhece a “falha” originada pela má interpretação da lei por parte dos responsáveis de saúde nos concelhos e promete correcção.

O caderno económico Cifrão revela que a empresa pública de Aeroportos e Segurança Aérea (ASA) vai implementar o Sistema de Navegação Global por Satélite (GNSS) nos aeroporto internacionais Cesária Évora, em São Vicente, e Aristides Pereira, na Boa Vista. A informação foi dada em primeira mão a este jornal pelo recém-estreado PCA da ASA, Sandro de Brito. Aguardado com ansiedade por operadores económicos, turistas e emigrantes, este novo sistema aumentará a performance e o rigor nas aproximações, aterragens e descolagens nesses dois aeroportos fazendo com que operem, mesmo em condições adversas - bruma seca e visibilidade reduzida.

Outra novidade é que o Primeiro-ministro viaja na próxima semana para a Costa do Marfim para conferir a eleição do novo presidente do Banco Africano de Desenvolvimento: a Ministra das Finanças, Cristina Duarte, apresenta-se como uma candidata forte e favorita a ganhar o pleito. A assembleia anual do BAD está marcada para o dia 28, em Abidjan, e tem duas questões-chave na agenda. Uma: a eleição do novo presidente do BAD pelo Conselho de Governadores. Outra é a comemoração do cinquentenário da instituição bancária pan-africana.

Também revela que o economista Carlitos Fortes já iniciou funções enquanto novo “big boss” da Empresa Nacional de Administração dos Portos, Enapor, confirmando, assim, a notícia avançada por este semanário que o dava como a escolha certa do Ministério das Infraestruturas e Economia Marítima para substituir Franklin Spencer na gestão dessa empresa pública. Desde 11 de Maio, Fortes é o novo Presidente do Conselho de Administração da Enapor, mas ainda está a tomar o pulso aos dossier repassados pelo seu antecessor.

Os Tubarões encerram no dia 29, em Lisboa, o Festival Rotas e Rituais, que é destaque do caderno cultural Kriolidade. Um certame que acontece a partir desta sexta-feira dedicado à independência dos países africanos de língua portuguesa. Sob o lema "Labanta Braço Bo Grita Bo Liberdadi", inspirado no tema homónimo interpretado pelo conjunto cabo-verdiano, diversas expressões artísticas olham para o que é Portugal, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e S. Tomé e Príncipe 40 anos após o fim da guerra colonial.

O suplemento cultural anuncia num outro registo que Carmen Souza tem um novo espectáculo. É o African Railway Project ("Projecto Linha Férrea Africana", em tradução literal), que sobe ao palco no dia 23 deste mês, em Brighton, Inglaterra. Na companhia de Theo Pascal (baixista português) e de Elias Kacomanolis (baterista e percussionista moçambicano) com quem forma o PSK Trio, a cantora explora os ritmos de África, dando destaque aos estilos com raiz nos países do continente que falam o português.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau