ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Destaques do jornal A Semana nº 1241 29 Julho 2016

Rede de tráfico humano para União Europeia investigada em Cabo Verde é o destaque do Jornal A Semana que chega hoje às bancas. Diz este semanário que uma suposta rede de tráfico de pessoas para a União Europeia, a operar a partir de Cabo Verde, está a ser investigada por autoridades portuguesas lideradas por dois magistrados, com o auxílio da Polícia Judiciária cabo-verdiana. Um Juiz, um Procurador da República, acompanhados de inspectores da PJ portuguesa, já estiveram na ilha de Santiago, onde interrogaram e fizeram buscas domiciliárias a suspeitos residentes em Santa Catarina e na cidade da Praia, com base numa carta rogatória enviada à Procuradoria-Geral da República pelo Ministério Público luso. Durante as buscas, vários documentos foram apreendidos e podem servir de prova do envolvimento dessas pessoas num alegado esquema de emissão fraudulenta de vistos de entrada em Portugal, com recurso à falsificação de documentos.

Destaques do jornal A Semana nº 1241

Na Política diz que o presidente da República está “numa sinuca de bico”— sem saída — quanto à decisão a tomar sobre a proposta do Governo de Ulisses Correia e Silva dos novos embaixadores que vão representar o país além-fronteiras. O primeiro-ministro já confirmou ter enviado ao PR para promulgação os nomes de Carlos Veiga, Eurico Monteiro e José Filomeno como embaixadores nos Estados Unidos, em Portugal e no Reino da Bélgica, respectivamente. Este facto tem levantado discussões entre vários analistas, na sociedade e no seio do corpo diplomático cabo-verdiano, que já falam em partidarização da diplomacia. Há quem defenda que JCF deve ser coerente e usar o mesmo critério pelo qual vetou a nomeação de Mário Matos. Entretanto, lembra uma outra fonte, vai pesar na sua decisão o facto de o Fonseca estar a recandidatar-se ao cargo de PR e, além de querer o apoio do MpD, partido do Governo, vai acautelar-se para ter o caminho livre de concorrentes que poderão surgir principalmente entre os veiguistas.

Antecipa a batalha política entre Cristina Fontes e Óscar Santos para a Câmara Municipal da Praia. Revela que os eleitores estão de holofotes voltados para a capital, que vai ser o epicentro da disputa autárquica de 4 de Setembro. O duelo político será sobretudo entre os candidatos dos dois partidos do arco do poder. De um lado está Cristina Fontes, do PAICV, que deve insistir na tese de não se colocar todos os ovos (votos) no mesmo cesto para se evitar a hegemonia política do MpD no país. Do outro lado o actual edil Óscar Santos, que fará tudo para dar continuidade ao trabalho iniciado por Ulisses Correia e Silva no Município da Praia.

A entrevista é com Aníbal Fonseca, candidato do Movimento para a Democracia (MpD) à Câmara Municipal do Porto Novo, que alega que lidera a lista autárquica para "promover a felicidade e o bem-estar das pessoas e da comunidade portonovense". Neste exclusivo ao A Semana, o adversário da Edil Rosa Rocha “esboça” algumas “pinceladas” sobre as ideias que vão constar da sua plataforma eleitoral, em que coloca o emprego na linha da frente para o desenvolvimento do município. Critica a actual presidente da Câmara, a quem acusa de implantar uma “visão assistencialista”, “a manipulação de consciências políticas”, “ numa espécie de venezuelização de Porto Novo”, que “resultaram no crescimento do desemprego e da pobreza no concelho”.

Num outro registo, diz os proprietários do rebocador “Miss ANN”, que ficou retido por mais de quatro meses em Cabo Verde por suspeita de tráfico de droga, vão processar o Estado Cabo Verde, a Polícia Judiciária e todos os agentes da polícia científica que participaram na operação de busca efectuada ao navio de bandeira panamiana, primeiro no porto da Praia e depois em São Vicente. O advogado José Manuel Pinto Monteiro diz que vai intentar na próxima semana uma acção cível pedindo uma indemnização pelos prejuízos causados, o que poderá custar aos cofres do Estado uns 90 mil contos. Contactado, o director-nacional da PJ, Patrício Varela, diz que não pronuncia sobre o caso na comunicação social.

Caderno Económico Cifrão

É destaque do Cifrão a notícia de que operadores económicos da ilha do Fogo estão indignados com a inactividade do Centro Pós-Colheita que continua fechado, após a sua inauguração há cerca de dois anos. O edifício dá mostras de degradação e as máquinas refrigeradoras e de conservação ali instaladas já pedem manutenção urgente, mesmo sem nunca terem sido usadas. Agentes económicos sofrem frequentes prejuízos devido à deterioração dos produtos de conservas – principalmente carne e frutas - que compram nas outras ilhas ou importam do estrangeiro.

Revela que um ano depois do furacão Fred, o Pontão de Santa Maria ainda aguarda por intervenções. Na altura, as autoridades governamentais e marítimas prometeram intervenções de fundo e de urgência para recuperar aquele que é o ponto turístico mais visitado do país. Mas até agora nada foi feito.

Noticia que o Governo tem até o final deste verão para comprometer-se com o financiamento do Terminal de Cruzeiros do Porto Grande, senão o país perde dez milhões de dólares (quase um milhão de contos) garantidos a fundo perdido pelo programa holandês Orion para a construção desse cais de navios-turistas. Segundo Carlitos Fortes, PCA da Enapor, Cabo Verde só terá acesso a esse valor se A Haia tiver uma promessa expressa da cidade da Praia de que irá angariar o resto do dinheiro destinado à essa obra, orçada em 28 milhões de dólares.

Traz também a boa nova do empreendimento Meliá Salamansa que promete dar novo fôlego para o turismo em São Vicente. O projecto, primeiro resort a ser construído na ilha, resulta de uma parceria entre a empresa cabo-verdiana Empreitel Figueiredo e a cadeia de Hotéis do Grupo Meliá Internacional. Trata-se de um empreendimento de cinco estrelas, que será construído na aldeia piscatória de Salamansa - tem 262 quartos, um Spa com piscinas, restaurantes, um centro de desportos náuticos, lojas, um campo de golfe e uma área de lazer. Belarmino Lucas, presidente da Câmara de Comércio de Barlavento-Agremiação Empresarial (CCB-AE), vê este investimento como algo "positivo" e de extrema importância para a dinâmica do crescimento de S. Vicente.

Diz ainda este Jornal que os Armazéns do Porto Grande têm novo centro de logística. O acesso dos utentes à área de encomendas no porto vai, ainda este ano, passar a ser feito num novo edifício a localizar próximo ao cais de cabotagem. Por causa da grande afluência de pessoas que procuram levantar os seus pertences, a Enapor decidiu construir um novo centro de logística vocacionado para o tratamento de encomendas junto ao parque de estacionamento da Avenida Marginal. Além de que vai descongestionar

Caderno cultural “Kriolidade”

Abre com Elba Chantre, uma jovem 16 anos que é mais um “diamante puro” à espera de uma oportunidade para brilhar no mundo da moda. Nascida e criada na Ribeira da Torre, esta adolescente, dona de olhos esverdeados que “ornamentam” um rosto angelical, carrega consigo dois grandes sonhos: ser arquitecta e desfilar nas emblemáticas passarelas ou revistas consagradas da moda.

Fala ainda do Quintal das Artes que surge na ex-esquadra da antiga Polícia de Ordem Pública (POP), na Rua de Praia, em São Vicente. A iniciativa é de um grupo de artistas que, através de um “djuntá mon”, limparam e restauraram parte deste espaço que é um dos “edifícios históricos da cidade do Mindelo”. Quem passar por lá poderá encontrar ateliers e oficinas de artes, além da área para exposições diversas.

Caderno Desportivo “Lance”

Faz manchete com Jorge Humberto, treinador principal da selecção nacional de futebol sub-16, que, numa análise aos jogos da CPLP decorridos no Sal, defende “Cabo Verde precisa de mais competições internacionais”. A aposta de Jorge Humberto é melhorar a competitividade para alcançar melhores resultados, mais próximos do que é o nível internacional.

Fala do Nacional de Andebol sénior masculino que será realizada pela primeira vez na Boa Vista. Prevista para acontecer de 3 a 11 de Agosto, cinco equipas – Atlético do Mindelo, Desportivo da Praia, Académica da Boavista, Académico do Sal e Graciosa do Tarrafal – vão medir forças pela conquista do ceptro. Nesta edição, a Federação Cabo-verdiana de Andebol adopta um novo modelo, que entretanto não caiu muito no agrado dos responsáveis técnicos das equipas.

E ainda traz a notícia de um grupo de empresários da cidade da Praia que iniciou contactos para a criação de uma escola de futebol, que vai estender o ensino às modalidades de futsal e futebol de areia. A “Academia Luz Verde” tem o propósito de dinamizar o desporto nacional, dando aos jovens a oportunidade de seguir carreira profissional com uma formação de “alto nível”.

Radar-Página 7

Destaque para muitas novidades e curiosidades, sempre com muito humor.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau