ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Destaques do jornal A Semana nº 1243 21 Agosto 2016

As dunas da Boa Vista estão a desaparecer das colinas em volta da cidade de Sal-Rei e que sustentam a extensa praia do Estoril. Esse fenómeno visível a olho nu é causado pelo boom das construções turísticas e de residências privadas – dizem os naturais da ilha preocupados. Eis o destaque do jornal A Semana que chega esta semana às bancas com algum atraso - neste Domingo-por dificuldade da TACV no seu transporte de Portugal para Cabo Verde.

Destaques do jornal A Semana  nº 1243

A entrevista é com o Ministro Fernando Elísio Freire, que afirma que o desporto é um grande activo nacional e factor de produção e desenvolvimento do país. Por isso, garante que o Governo está empenhado no sentido de fazer o desporto cabo-verdiano – nas suas diversas valências - crescer e afirmar-se perante o mundo. Elísio Freire avalia o panorama desportivo nacional e traça metas para uma maior sustentabilidade das infra-estruturas desportivas do país. Ilustra ainda os ganhos que Cabo Verde pode vir a ter com o desporto e alerta para a necessidade de comprometimento dos cabo-verdianos na sua promoção.

No social noticia o abate de tartarugas no Fogo e ilhéus do Rombo que está a deixar ambientalistas indignados. Responsáveis do “Projecto Vitó”, vocacionado para a preservação e conservação das tartarugas marinhas na ilha do Fogo e Ilhéus do Rombo, estão preocupados com o aumento do abate desta espécie em vias de extinção. Paulo Pina, um dos dinamizadores e coordenador da iniciativa, revelou a este semanário que há registo de capturas e matanças de um número considerável da Tartaruga caretta-caretta, facto que, segundo diz, mostra que as medidas adoptadas em Cabo Verde para a defesa desses animais têm sido insuficientes.

Na Actualidade política traz uma análise sobre o futuro de São Vicente, que está entre alinhar com Governo ou continuar com uma câmara da oposição. Para observadores atentos, o que vier a acontecer em São Vicente servirá sobretudo para experimentar duas hipóteses. Uma, a ilha continuar com a práxis – como tem sido desde as primeiras eleições municipais, de 1991 – de não eleger uma câmara da cor política do partido no poder. A outra: inovar e eleger um executivo que afina pelo mesmo diapasão do actual governo de Ulisses Correia e Silva. Ou ainda um optar por uma câmara tripartida.

Especial Autárquicas

Traz muitas novidades sobre a campanha para as eleições autárquicas, que já segue de norte a sul de Cabo Verde. Os nacionais são chamados às urnas a 4 de Setembro para escolher as 22 novas caras que vão comandar os destinos das câmaras municipais do país. Por isso, o A Semana traz aos leitores um resumo do percurso político e profissional dos mais de 50 candidatos às diferentes Câmaras Municipais do país para que os cidadãos possam votar de forma mais consciente e livre.

Este Suplemento de 20 páginas noticia ainda que mulheres contam 7% na corrida às Câmaras Municipais. O número de mulheres na corrida à presidência das Câmaras Municipais nas eleições de 04 de Setembro está muito aquém das ambições de Cabo Verde. Esta advertência é da politóloga Roselma Évora, para quem um país como o nosso, que tem uma democracia considerada exemplar no continente africano, deveria ser também exemplar no cumprimento do quesito “equidade de género” nos órgãos autárquicos.

O mesmo Caderno inclui também notas de campanha com informações sobre os vários concorrentes.

Radar-página 7.

Aqui pode-se ler, sem djobe pa lado, curiosidades várias e com muito humor. Boa leitura a todos!

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau