ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Destaques do jornal A Semana nº 1252 28 Outubro 2016

Críticos pedem remodelação do Governo. Eis o destaque desta edição do A Semana já nas bancas. Este revela que vários críticos e cidadãos atentos, incluindo pessoas afectas ao partido no poder, MpD, questionam a actuação e desempenho dos titulares de algumas pastas do Governo liderado por Ulisses Correia e Silva. Decorridos sete meses sobre a tomada de posse deste Executivo, já se levantam vozes a pedir uma primeira remodelação ou reajuste governamental. As críticas recaem principalmente sobre os ministros da Justiça, da Economia, da Educação, das Infraestruturas e da Cultura. Entretanto, analistas abordados por A Semana afirmam ser prematura uma mudança no novo elenco, por consideraram que o processo governativo teve início num contexto pré-eleitoral (autárquicas e presidencial) que fez com que as decisões tardem a chegar. Mas tudo indica que esse dossier ganhará novos contornos depois da reunião da DN desta sexta-feira, que marca a convenção electiva do MpD no início do próximo ano, e da aprovação do OE para 2017, que acontece em Novembro na Assembleia Nacional.

Destaques do jornal A Semana nº 1252

Chama para a Actualidade este OGE, para dizer que prevê uma receita global de 50 milhões de contos e um crescimento económico de 5,5 por cento. Boa parte das receitas virão dos impostos, mas não chega para cobrir as despesas, que rondarão os 56 milhões de contos. O défice rondará os seis milhões de contos, ou seja, 3 por cento. Sem grandes novidades, este OE repescou, por exemplo, o modelo de financiamento dos catástrofes naturais – seguido pelo anterior Governo, ao aumentar o Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) em 0,5 por cento para financiar o programa de emergência para Santo Antão, isto na sequência dos estragos provocados pelas chuvas de Setembro último. Para alguns economistas ouvidos por A Semana, este é um orçamento que não apresenta medidas de fundo para propiciar o crescimento económico nem para combater a criminalidade e insegurança no país.

Na Política, diz que o subsídio de reintegração, que a Câmara Municipal do Porto Novo cessante receberia só depois de estar cabimentado nos próximos orçamentos municipais, já está ilegalmente depositado na conta bancária de Rosa Rocha e da sua equipa, que ainda é acusada de posse de lotes de terrenos. A denúncia é do novo Edil do Porto Novo, Aníbal Fonseca, para quem o ex-executivo camarário deixou o “rabo de fora” quando tentou destruir os computadores da autarquia, pois as informações relevantes foram salvaguardadas e recuperadas.

A reportagem mergulha no universo das mulheres e revela que a venda ambulante está a completar a renda de várias famílias que, mesmo tendo emprego, tiveram que recorrer a outros meios para garantir o seustento da casa. Diz o jornal que, depois do horário laboral, estas mães-chefes de família aproveitam as horas vagas para fazer um “part-time”, agora em frente ao fogão: fazem doces e salgados, que vendem nas ruas. Apesar do cansaço, garantem que vão continuar com os extras porque este trabalho compensa.

Em Regiões, revela que um mês depois do arranque do ano lectivo, várias escolas do país e da ilha do Fogo estão sem professores. A situação é mais preocupante nas zonas de Cabeça Fundão e Tinteira (Santa Catarina do Fogo), onde os alunos permanecem em casa porque não há ninguém para lhes dar aulas. Também no concelho de São Filipe se regista falta de professores quer nas Escolas Secundárias Dr. Teixeira de Sousa e Pedro Pires (Ponta Verde), quer nas do Ensino Básico. Os pais mostram-se revoltados. Ja Ministério da Educação garante que, ainda este mês, a situação ficará resolvida.

No Social, anuncia que o cônsul-honorário do Gana e ex-presidente da Plataforma das Comunidades Africanas em Cabo Verde, e sua esposa, supostamente envolvidos num alegado esquema de burla por transferência ilegal de dinheiro de uma conta bancária, vão a julgamento a partir de 1 de Dezembro próximo. Tony Parker Danso e sua mulher estão acusados de burla agravada e serão julgados em dois dias, num processo em que estão arroladas mais de cinco testemunhas.

Caderno Cultural “Kriolidadi”

Dá-nos a conhecer o cantor e compositor Silvano Sanches, de 39 anos, uma das vozes cabo-verdianas que está a despertar atenção na Suíça, país onde vive há alguns anos. Tem participado em diversos festivais e nas suas actuações ressalta a identidade cabo-verdiana: canta Batuque, Tabanca, Finaçon, Mornas e Coladeiras, ritmos inspirados na música de Orlando Pantera. Viaja também nas cadências da África ocidental, que cruza com sonoridades europeias e americanas.

Antecipa o lançamento do livro “A Palavra e o Verbo”, do linguista, escritor, professor e ex-director da Cátedra Amílcar Cabral da Uni-CV, Manuel Veiga, que vai acontecer no próximo dia 3 de Novembro, Biblioteca Nacional, na cidade da Praia. É a décima produção literária de Veiga, que surge como uma espécie de ensaio autobiográfico, trazendo aos leitores a história do seu percurso como homem de cultura, linguista e amigo das letras no período de 1990-2015.

E ainda, cantor santantonense Etelvino Mendes acaba de lançar o seu primeiro CD. “Sonho d´ Infância” é o título do disco, que conta com 11 faixas, todas da sua autoria. Segundo o cantor, os temas retratam várias vivências e também a sua luta para alcançar um lugar no mundo da música. Os ritmos variam: desde o slow, passando pela coladeira e chegando até ao reggae, à mazurca e valsa.

Caderno Desportivo “Lance”

Apresenta o atacante Ivan Reis, que quer reforçar os “Tubarões-azuis”. Ganhou no mundo do futebol a alcunha de “tsunami” e tem como objectivo “fortalecer” a linha atacante da Selecção Nacional. Apesar de jogar na segunda liga portuguesa, Ivan Reis, 26 anos, quer despontar como um dos “grandes reforços” do combinado crioulo, desde que consiga um voto de confiança do Lúcio Antunes.

Noticia ainda que Cabo Verde vai estar representado no 29º Campeonato do Mundo de Ultramaratona (100 quilómetros), que se realiza a 27 de Novembro em Alcázares, Espanha. A selecção cabo-verdiana vai defender o título conquistado em Setembro de 2015, na cidade holandesa de Winchoten, pelo atleta José Cabral, numa equipa que também integrava Nataniel Moreira e Orlando Tavares.

Divulgação

O leitor pode ainda ler mais dois cadernos - um sobre a FICASE e o outro sobre o Totoloto Nacional.

Radar-Página 7

Com as novidades de sempre e com muito humor. Boa leitora a todos!

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau