MUNDO INSÓLITO

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Devota doou à igreja do bravense “Daddy Grace” 20% de 5 milhões roubados 30 Agosto 2017

A extraordinária história do bravense Marcelino Manuel da Graça, nascido em 1881 na ilha Brava – radicado, cerca de 1902, nos Estados Unidos, onde se tornou milionário enquanto fundador da igreja metodista UHOP-FAP, Congregação da Oração para todos os povos –, continua muito para lá da sua morte em 1960.

 Devota doou à igreja do bravense “Daddy Grace” 20% de 5 milhões roubados

A igreja por ele fundada em 1919 continua a crescer e a enriquecer os seus líderes. E, claro, onde há muito dinheiro, há sempre muita divisão como a que tem oposto os seus líderes, autodesignados bispos, e que levou o FBI a seguir o rasto do dinheiro.

Os dissensos ao longo destes últimos 67 anos culminaram este ano na investigação ao 5º" bispo", o Reverendo Bailey, que acabou preso por fuga ao fisco e suspeitas de lavagem de capitais. Em parte, devido à sua lista de "Top 10 de Doadores", constituída pelos membros mais generosos.

Entre eles, está a senhora Ephonia M. Green, hoje com 47 anos, que o tribunal do Distrito da Colúmbia condenou, em 2014, a 46 meses de prisão por ter cometido um crime de abuso de confiança, lesando ao longo de oito anos e num montante de 5, 1 milhões de dólares a Association of American Medical Colleges, uma organização que reúne centenas de faculdades de medicina dos Estados Unidos e Canadá.

A investigação concluiu que além de ter partilhado parte do dinheiro — fez uma doação de cerca de um milhão à UHOP-FAP, que a colocou no seu Top 10, e criou um negócio "bridal shop" que ofereceu centenas de vestidos a noivas de soldados —, a devota tinha comprado artigos de luxo para si e investido no imobiliário.

Fontes históricas e, recentes, notícias da AP, Washington Post.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau