POLÍTICA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Mais de metade dos norte-americanos diz que país está pior com Trump 17 Dezembro 2017

Mais de metade dos norte-americanos considera que o país está numa situação pior desde que Donald Trump se tornou presidente, indica uma sondagem da Associated Press — NORC Center for Public Affairs Research, divulgada hoje,16, pela agência noticiosa norte-americana.

 Mais de metade dos norte-americanos diz que país está pior com Trump

"Apenas três em dez norte-americanos disseram que os Estados Unidos estão a ir na direção correta, e 52% disseram que o país está em pior situação desde que Trump se tornou presidente", referiu a AP, numa notícia sobre a sondagem.

Segundo a sondagem, apenas 25% dos norte-americanos pensa que o país está melhor desde a tomada de posse de Trump, e apenas 20% dizem que estão melhor pessoalmente.

O inquérito de opinião mostra ainda que menos de um quarto dos norte-americanos (23%) pensa que Trump está a dar resposta às promessas que fez aos eleitores, enquanto 30% considera que o presidente tentou sem sucesso e 45% diz que ele não as cumpriu de todo.

Entre os republicanos, metade diz que Trump cumpriu as suas promessas.

De acordo com uma segunda sondagem, a taxa de aprovação de Trump é de 32%, o que faz dele o presidente menos popular no primeiro ano de mandato. Um quarto dos republicanos diz estar entre os que reprovam o chefe de Estado.

Por outro lado, 40% dos norte-americanos aprova o modo como Donald Trump gere a economia, mais do que os três em cada dez que estão de acordo com o tratamento dado pelo presidente às questões da saúde, da política externa ou dos impostos.

Apenas nove por cento pensa que o país ficou mais unido devido à presidência Trump, enquanto 67% considera que está mais dividido por causa do presidente.

Mesmo entre os republicanos, são mais os que pensam que Trump dividiu os Estados Unidos (41% contra 17%), em relação à perspetiva oposta.

A primeira sondagem AP-NORC, que foi realizada entre 30 de novembro e 04 de dezembro, conta com uma amostra de 1.444 pessoas e tem uma margem de erro de mais ou menos 3,7. A segunda, realizada entre 07 e 11 de dezembro, com 1.020 inquéritos, tem uma margem de erro de mais ou menos 4,3. Fonte: JN

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau