DESPORTO

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Eleições na FCF marcadas para 30 de Setembro: José Mário Correia avança com candidatura 20 Agosto 2017

As associações regionais de futebol voltam a reunir-se no dia 30 de Setembro para eleger a nova direcção da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) que substituirá a equipa de Victor Osório destituída, hoje(19), em assembleia-geral extraordinária. O professor e jornalista José Mário Correia é o primeiro a perfilar-se na corrida à liderança do órgão máximo do futebol cabo-verdiano.

Eleições na FCF marcadas para 30 de Setembro: José Mário Correia avança com candidatura

A comissão de gestão hoje criada, presidida pelo presidente da Associação Regional de Santiago Sul, Mário Donay Avelino, dirigirá a FCF até a realização das eleições antecipadas.

O professor e jornalista José Mário Correia é o primeiro a perfilar-se na corrida à liderança do órgão máximo do futebol cabo-verdiano.

José Mário Correia adianta que conta com um núcleo de apoio que integra dirigentes associativos, atletas, antigos internacionais de futebol, antigos presidentes da FCF, comunidade social e outras entidades com interesses em matéria de desportos.

Esse núcleo de apoio, segundo adiantou à Inforpress, vai estar no terreno, já a partir desta segunda-feira, 21, a preparar o processo de candidatura alternativa à comissão de gestão.

José Mário Correia, autor do livro o livro intitulado “Nas Rotas dos Tubarões Azuis – 40 anos de História da Selecção Nacional”, quer levar para a FCF uma presidência descentralizadora e que decida com base em discussões feitas por um colégio, ou seja, grupo de pessoas que entendem o futebol.

“Acho que a ideia de centralizar todas decisões no presidente resultou naquilo que tivemos, isto é , uma direcção com muita dificuldade de organizar campeonatos nacionais, de lidar com os atletas, com os clubes e com as associações e com a própria selecção nacional”, disse.

A sua “grande proposta”, precisou, é a criar de um “colégio dos notáveis”, ou seja, um grupo de pessoas que paralelamente à própria direcção de federação vai permanentemente reflectir o futebol nacional.

“Será um colégio constituído não só por pessoas que tem ligação com o futebol, mas também pessoas que já tiveram sucesso no futebol, no basquete, no andebol, na literatura. Vai também envolver associações de interesse social e de área académica. Ou seja, um grupo de pessoas com diferentes sensibilidades para devolver à selecção nacional a linha da frente com que habituou os cabo-verdianos”, salientou.

Para além de José Mário Correia, já se fala em outros candidatos para o cargo de presidente da FCF, nomeadamente a do actual presidente da Associação Regional de Santiago Sul e actual presidente da comissão de gestão, Mário Donay Avelino, e de Celestino Mascarenhas, ambos ex-candidatos nas eleições anteriores, e o ex-director-geral dos Desportos, Gerson Melo.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau