ECONOMIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Emigrante que voltou de Portugal apoiada na criação de seu próprio negócio em Cabo Verde 04 Novembro 2014

Os coordenadores do projecto “Reforço das Capacidades de Cabo Verde na Gestão da Migração” juntamente com a Delegação da União Europeia em Cabo Verde e o Ministério das Comunidades de Cabo Verde entregam esta terça-feira, 04 de Novembro, na Cidade da Praia, a placa comemorativa a uma emigrante cabo-verdiana regressada de Portugal e que vai beneficiar de apoio para criar o seu negócio em Cabo Verde.

Emigrante que voltou de Portugal apoiada na criação de seu próprio negócio em Cabo Verde

De acordo com a nota enviada ao asemanaonline, foi criado um dispositivo de reintegração que propõe a 25 migrantes “elegíveis” um apoio financeiro e técnico para a criação de um negócio em Cabo Verde. Tecnicamente o apoio é fornecido através da assessoria de um consultor que apoia na elaboração do plano de negócio, na implementação do projecto e no seu seguimento após o início da actividade. Cada promotor apoiado no quadro da Componente (A) recebe uma placa comemorativa, que marca a inauguração formal do projecto.

A componente (A) tem como objectivo principal apoiar a reintegração de cabo-verdianos provenientes de um dos quatro países parceiros do projecto (Portugal, França, Luxemburgo e Países Baixos).

São passos concretos do programa "reforço das capacidades de Cabo Verde na gestão emigração" faz parte da Parceria para a Mobilidade existente entre a União Europeia e Cabo Verde, financiado pela União Europeia no montante de 2 milhões de euros.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau