INTERNACIONAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Estado Islâmico perdeu 95% do território que conquistou em 2014 17 Novembro 2017

O grupo extremista Estado Islâmico perdeu 95% do território que conquistou em 2014 na Síria e no Iraque, anunciou a coligação liderada pelos Estados Unidos da América.

Estado Islâmico perdeu 95% do território que conquistou em 2014

O Estado Islâmico perdeu 95% dos territórios que controlava no Iraque e na Síria desde a constituição desta coligação, em 2014", afirmou o representante dos EUA junto da coligação, Brett McGurk, num comunicado divulgado na quarta-feira à noite na capital jordana.

"Mais de 7,5 milhões de pessoas foram libertadas [do domínio] do Estado Islâmico", acrescentou McGurk, citado hoje pelas agências internacionais.

Por outro lado, prosseguiu, o afluxo de combatentes estrangeiros à Síria "quase cessou" e "cada vez mais combatentes foram detidos nas fronteiras".

Brett McGurk referiu-se a "uma base de dados da Interpol com 43 mil nomes" que permite aos países aliados localizar e "deter os combatentes em controlos rodoviários de rotina ou quando tentam passar uma fronteira internacional".

Os recursos financeiros do grupo extremista estão também consideravelmente reduzidos e a pressão não para de aumentar, disse.

"Estamos a exercer uma pressão sobre o Estado Islâmico em simultâneo no terreno e no ciberespaço", onde a luta se trava contra "a propaganda terrorista", afirmou.

Essa pressão é também exercida em resultado de um "reforço da cooperação e da segurança nas fronteiras, da segurança na aviação, das sanções financeiras e da partilha de informações", nomeadamente "para impedir o Estado Islâmico de cometer ataques" nos países aliados.

Em 2014, os terroristas conquistaram vastos territórios no Iraque e na Síria, controlando então cerca de um terço do primeiro e metade da segunda, e proclamaram um "califado" nessas regiões.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau