SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Festa Nhô Sanfilipe: Movimentações com chegada de emigrantes 14 Abril 2017

A festa de Nhô Sanfilipe já começa a movimentar a cidade dos sobrados. É que emigrantes começam a chegar ao Fogo e já é notável as azáfamas dos festivaleiros com cerca de 600 pedidos para a montagem de toda a logística – barracas comerciais - para aquela que é considerada como a festa tradicional de Cabo Verde que reúne maior número de pessoas durante vários dias seguidos.

Festa Nhô Sanfilipe: Movimentações com chegada de emigrantes

Segundo alguns residentes ouvidos pelo Asemanaonline, na cidade de S.Filipe já se conhece alguma movimentação com o começo da chegada de alguns emigrantes que vêm passar a festa do primeiro de Maio. Mas conforme as mesmas fontes, a cidade dos sobrados vai estar fortemente movimentada a partir de 19 de Abril, altura em que arrancarão todas actividades programadas tanto pela Câmara Municipal como pela Casa da Bandeira e aumentará o fluxo dos festeiros, com destaque para os emigrantes que chegam dos Estados Unidos da América.

Projectada para ser uma grande festa, a edição deste ano do Nhô Sanfilipe tem como cabeça de cartaz os artistas Assol Garcia, Neuza de Pina, Grece Évora, Jorge Neto e o conjunto Tabanka Djaz da Guiné-bissau. As festividades deste ano devem servir para assinalar o centenário do desenterro da bandeira e homenagear os integrantes do grupo Sete Estrelas, que, em 1917, tiveram a ousadia de desafiar a lenda e “desenterrar” a bandeira, e os que, em 1975, deram a continuidade à festa.

Em termos da logística, uma média de 600 pessoas ligadas ao pequeno comércio já solicitaram espaços para instalar barracas no Presídio (palco central dos tradicionais bailes de conjunto), no Alto de São Pedro (espaço de apanha da Bandeira) e nas proximidades da pista de corrida de cavalos (próximo do Aeroporto de S.Filipe) durante as festas do Município e da Bandeira.

Segundo a Inforpress, pelo menos 587 pessoas estavam inscritas, nesta quinta-feira,13, no sorteio para conseguir, junto da Câmara Municipal, um dos espaços comerciais - num total de 80 barracas, sendo 30 no interior do Presídio, 25 no exterior e outras 25 nas proximidades da pista, que funcionam nos dias 27 e 29 de Abril, dia da realização das provas de corridas de cavalos. Cada explorador da barraca alugada vai pagar 27 contos – menos 8 mil escudos em relação ao preço do ano passado. É a festa de Nhô Sanfilipe, que vai, até ao primeiro de Maio, movimentar Djarfogo com muita música, rufar de tambores, toque de pilão, corridas de cavalos e várias outras manifestações culturais.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau