CORREIO DAS ILHAS

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Fogo: Associação recorre a painéis solares para reduzir custos de energia na Adega 23 Agosto 2014

A Associação de Solidariedade para o Desenvolvimento (ASDE) vai buscar a Itália 50 painéis solares que vão ser instalados na Adega de Monte Barro, São Filipe (Fogo). A presidente, Ana Bonamico, afirma que esta será a solução mais viável para reduzir de vez os avultados custos de energia dessa fábrica de produção de vinho, que rondam os 500 contos.

Fogo: Associação recorre a painéis solares para reduzir custos de energia na Adega

“O gasto de energia na Adega é muito elevado. E o projecto vai permitir que a energia solar injectada na rede da Electra produza 100 quilowatts de energia por dia contribuindo para reduzir significativamente os custos. Significa que uma boa parte do dinheiro que deveríamos pagar à Electra vai ser canalizada para amortizar o crédito que vamos buscar no banco”, explica a presidente da ASDE indicando que o valor ascende os 33 milhões de escudos.

Ana Bonamico diz ainda o projecto vai permitir que o vinho produzido tenha a mesma temperatura, de 16 graus. “A temperatura aqui é muito elevada e só a ventilação não é suficiente dai que sentimos a necessidade de ter o mesmo circuito de frio tanto para o ambiente como para o tanque para evitar a fermentação do vinho. E com o novo sistema é possível controlar essa temperatura”, sublinha aquela responsável para quem o funcionamento via energia solar irá reflectir também na redução do preço do vinho que é colocado no mercado.

Os equipamentos deverão chegar a ilha do Fogo em Outubro mas só começam a funcionar em meados de Dezembro ou, o mais tardar, no inicio do próximo ano. A maioria vai ficar instalada num terreno junto à fábrica e os outros tecto da Adega de Monte Barro.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau