SOCIAL

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Fogo e Brava: Lançado o estudo do perfil dos condenados por crimes sexuais contra menores 25 Julho 2017

Foi lançado, hoje (24), em S.Filipe do Fogo - prossegue amanhã, quarta-feira, na Brava-, «o estudo do perfil dos condenados por crimes sexuais contra menores - conhecer para melhor intervir”. Em comunicado, diz a Comissão Nacional para os Direitos Humanos e a Cidadania (CNDHC) que essa pesquisa teve por objectivo conhecer o perfil dos condenados por crimes sexuais contra menores no arquipélago, e contribuir para o conhecimento, a prevenção e intervenção das autoridades e da sociedade em geral nesses casos.

Fogo e Brava: Lançado o estudo do perfil dos condenados por crimes sexuais contra menores

Explica a organização que o lançamento desse estudo nas ilhas do Fogo e da Brava vem na sequência da apresentação de outros idênticos nas ilhas de Santiago, Santo Antão, São Vicente e Sal. Todo esses actos contam com o financiamento da Bornefonden e apoio das respectivas câmaras municipais.

No Fogo, a cerimónia da apresentação do mesmo acontece esta terça-feira, nos Paços do Concelho de São Filipe, e na Brava, no dia seguinte. Vão contar com a presença da presidente da CNDHC, Zaida Morais de Freitas, e uma das consultoras Carla Corsino, que fará apresentação do estudo, seguido de debate, moderado pela psicóloga Dirce Sequeira.

A equipa da CNDHC tem, por outro lado, agendado visitas a algumas instituições na ilha do Fogo, encontros com os presidentes das câmaras municipais e realização de duas sessões de “socialização” da cartilha “SOS Planeta Terra – construindo a cidadania ecológica”, sendo uma no município de Santa Catarina do Fogo e outra nos Mosteiros - essas sessões estão previstas para esta segunda-feira.

Entretanto, na Brava, a apresentação do estudo “O perfil dos condenados por crimes sexuais contra menores - conhecer para melhor intervir” e “socialização” da cartilha acontecem na quarta-feira, 26, no salão nobre do edifício dos Paços de Concelho.

De salientar que o estudo em causa contou com o apoio do Sistema das Nações Unidas em Cabo Verde, da Bornefonden e do Instituto Cabo-verdiano da Criança e do Adolescente (ICCA), com as parcerias de várias outras instituições.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau