LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

GUINÉ-BISSAU: RTP lamenta «retrocesso» na decisão de suspender actividade do grupo 02 Julho 2017

A RTP lamentou «profundamente» a decisão da Guiné-Bissau de «impedir os guineenses de acederem às emissões da RTP África e da RDP África», considerando que tal só pode ser visto como um «retrocesso».

GUINÉ-BISSAU: RTP lamenta «retrocesso» na decisão de suspender actividade do grupo

O ministro da Comunicação Social guineense, Vítor Pereira, anunciou hoje a suspensão das actividades da RTP, da RDP e da Agência Lusa na Guiné-Bissau, alegando a caducidade do acordo de cooperação no sector da comunicação social assinado entre Lisboa e Bissau.

«Estas emissões constituem há muito uma janela da Guiné-Bissau para o mundo; são também o lugar de encontro dos povos lusófonos onde, todos os dias, sabemos uns dos outros», adiantou o grupo RTP, em comunicado.

«Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe têm feito destas emissões um espaço de liberdade, de desenvolvimento e de respeito mútuo», prosseguiu, considerando que «com esta decisão os guineenses veem reduzido o seu poder de escolha e o seu acesso a uma informação e programação feita com rigor, isenção e com pluralismo».

Além disso, «os guineenses que vivem fora do seu país terão maior dificuldade em saber o que se passa na sua terra de origem».

Por isso, «diminuir as opções disponíveis de informação, de entretenimento e de cultura só pode ser visto como um retrocesso», considerou a RTP, que recordou que, «ao longo de muitos anos», o grupo estatal «tem mantido com a Guiné-Bissau, num espírito de entreajuda, uma relação de cooperação técnica e de formação, com vantagens mútuas».

Nesse sentido, «procuraremos manter e, se possível, desenvolver essa relação com a Guiné-Bissau, ligada por fortes laços a toda a comunidade lusófona».
A RTP «formula votos de que esta decisão possa ser ultrapassada o mais brevemente possível», concluiu.
C/Lusa

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau