LUSOFONIA

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Globo homenageada Casa de Portugal em São Paulo com Comenda da Ordem do Mérito Infante D. Henrique 29 Setembro 2017

A Rede Globo de Televisão esteve, na noite de quarta-feira, 27 na Casa de Portugal em São Paulo, para receber a ‘Comenda da Ordem do Mérito Infante D. Henrique’ que reconhece ter a emissora na sua programação — jornalística, de entretenimento e nas séries especiais – trabalhado para “a valorização da comunidade portuguesa” e “a divulgação de Portugal no Brasil”.

Globo homenageada Casa de Portugal em São Paulo  com Comenda da Ordem do Mérito Infante D. Henrique

“A homenagem demonstra o nosso agradecimento pelo respeito e apreço que a Globo sempre teve com a comunidade portuguesa” e não podíamos deixar de o fazer nesta ocasião em que comemoramos 82 anos desta casa no Brasil”, disse o presidente da ‘Casa de Portugal’, António Ramos.

“A maior rede de televisão da América Latina tem um carinho especial por Portugal. Sempre mostrou preocupação em relação a esse país, valorizando a comunidade portuguesa. Por isso, a Casa de Portugal passa a ser, a partir de agora, a casa da Rede Globo”, disse o jurista Ives Gandra Martins, membro do Conselho da Casa de Portugal.

O diretor de Relações Institucionais da Rede Globo, o jornalista Fernando Vieira de Mello,ao receber a Comenda da Ordem do Mérito Infante D. Henrique em nome da emissora, lembrou que, neste 2017, se comemoram os 40 anos da ‘parceria’ da Globo com Portugal. Foi em 1977 que Portugal comprou à Globo a primeira novela, “Gabriela”, exibida na RTP e que muitos viram em vídeo-cassetes nas ex-colónias e comunidades portuguesas e lusófonas espalhadas pelo mundo.

A série “Os Maias”, baseada na obra homónima de Eça de Queirós e exibida em 2001 na SIC, destaca-se por ser “a primeira produção da Globo a ficar tanto tempo fora do Brasil”, disse Mello.

Museu da Língua Portuguesa

Fora da tela, disse Vieira de Mello, o ‘Museu da Língua Portuguesa’ liga com laços fortes Portugal e o Brasil. Inaugurado em 2006, foi em dezembro de 2015 destruído por um incêndio. A sua reconstrução está a ser co-financiada pela EDP, Banco Itaú e a Fundação Roberto Marinho – esta é também a gestora das obras.

Em junho deste ano, durante a visita a São Paulo do presidente português Marcelo Rebelo de Sousa, assinou-se o acordo para a reconstrução. O documento prevê apoio técnico, intercâmbio de informações de âmbito cultural entre os dois países e exposições conjuntas para a promoção da língua portuguesa.

’Comenda’ pela Casa de Portugal, em São Paulo, precede ’Ordem’ criada em Lisboa em 1960

Instituída em 4 de março de 1944, dia em que se comemoraram os 550 anos de nascimento do Infante D. Henrique, a Comenda é uma forma de demonstrar o agradecimento e o reconhecimento ao empenho de personalidades e instituições brasileiras e portuguesas para o intercâmbio luso-brasileiro. Em 73 anos, a Comenda foi atribuída a 153 personalidades e entidades.

A ’Ordem de Mérito Infante D. Henrique’ foi criada em Lisboa em 1960, para "distinguir a prestação de serviços relevantes a Portugal, no país ou no estrangeiro, ou serviços na expansão da cultura portuguesa, da sua História e dos seus valores".

Os quatro presidentes da República de Cabo Verde foram distinguidos com o grau: Aristides Pereira (1986), Mascarenhas Monteiro (2000), Pedro Pires (2002) e Jorge C. Fonseca (2012). Tal como nas demais ’Ordens Honoríficas Portuguesas’, o Grão-Mestre da Ordem é, por inerência o Presidente da República de Portugal.

Fontes: Estado de São Paulo, Globo, Lusa. Foto Google/UOL: Quem não viu “Gabriela”?

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau