ACTUALIDADE

A SEMANA : Primeiro di?rio caboverdiano em linha

Governo assina com entidades religiosas acordo de 50 milhões de escudos cabo-verdianos no âmbito do programa de mitigação do mau ano agrícola 09 Janeiro 2018

O Governo de Cabo Verde acaba de assinar, com três organizações religiosas, um acordo de colaboração de 50 milhões de escudos cabo-verdianos no âmbito do Programa de Emergência para Mitigação da Seca e do Mau Ano Agrícola 2017/2018 (PEMSMAA).

Governo assina com entidades religiosas acordo de 50 milhões de escudos cabo-verdianos no âmbito do programa de mitigação do mau ano agrícola

O acordo foi assinado entre o Governo, representado pelo Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, em substituição da Ministra da Família e Inclusão Social, Maritza Rosabal, e as organizações religiosas de solidariedade, nomeadamente a Liga Nazarena de Solidariedade, Cáritas Cabo-verdiana e Associação das Igrejas Adventistas do Sétimo Dia.

Para o Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, o presente acordo de colaboração representa a aproximação do Executivo com a Sociedade Civil. Abraão Vicente manifestou ainda o respeito e reconhecimento por este ato das organizações religiosas que, num momento de crise que o país enfrenta neste momento, com a escassez da chuva em 2017 e consequentemente falta de água para agricultura e pecuária, terem juntado ao Governo para ajudar as famílias que ficaram mais vulneráveis.

“Somos cientes em negar qualquer tipo de assistencialismo ligado a este Governo e fazer com que famílias que estejam em dificuldades fiquem dependentes dos apoios dos governos. Por isso, o nosso respeito e reconhecimento às instituições pelo trabalho que têm estado a fazer, em silêncio e fora dos holofotes, do foco da imprensa”, afirmou o MCIC, Abraão Vicente, augurando que mesmo não sendo em situação de crise, o Governo e as instituições religiosas continuem a trabalhar, cada um fazendo a sua parte, ajudando Cabo Verde.

Este é mais um parceiro que o Governo encontra para travar este período difícil que o país enfrenta neste momento, tendo em dezembro passado anunciado 10 milhões de euros junto de parceiros internacionais para mitigar os efeitos da seca e do mau ano agrícola no país.

“Estamos cientes dos efeitos que este mau ano agrícola vem tendo na população do meio rural e queremos complementar as ações do Governo que já estão em curso. Queremos chegar essencialmente às famílias”, afirmou Joana Brito, Presidente da Liga Nazarena de Solidariedade que falou em nome das outras organizações da igreja presentes.

O Governo adotou a Resolução nº 110/2017, de 6 de Outubro que aprovou Programa de Emergência para Mitigação da Seca e do Mau Ano Agrícola 2017/2018 (PEMSMAA). Este programa visa assegurar a resiliência económica nas ilhas afetadas pela seca e o mau ano agrícola, garantindo os meios de subsistência às famílias e a gestão sustentável dos recursos naturais no meio rural.

Os artigos mais recentes

100% Prático

publicidade






Mediateca
Cap-vert

Uhau

Uhau